• Postado por Tiago

GERAL-9-ABRE-taxi-em-balneario-camboriu---Foto-Felipe-VT05

Taxistas tão cabreiros com as invasões de territórios

Os taxistas de Balneário Camboriú e Camboriú estão em pé de guerra. O motivo da brigaçada é que os trabalhadores dos dois lados estariam invadindo a cidade vizinha pra roubar clientes dos colegas de praça.

Na tentativa de resolver o perrengue, o presidente do sindicato dos Taxistas de Balneário, Esmael Rosa, participou ontem de uma reunião na câmara de vereadores da Terra do Mármore, com o vereador Antonio Paulo da Silva Neto, o Piteco (PSC). A reunião não decidiu muita coisa, mas um novo blá-blá-blá será marcado na semana que vem pra colocar frente a frente representantes dos dois sindicatos.

Defendendo os taxistas de Balneário, Esmael diz que os motoras de Camboriú invadiram a Maravilha do Atlântico. O sindicalista acredita que, por baixo, 20 taxistas da Terra do Mármore estejam trampando atualmente do outro lado da BR-101. A acusação do sindicato vai além do fato dos colegas de Camboriú estarem roubando os clientes. Segundo Esmael, o pessoal de Camboriú estaria catando passageiros nos pontos de ônibus e pagando uma comissão às casas noturnas e hotéis que agenciariam as corridas pra eles.

Do outro lado, o presidente do sindicato dos Taxistas de Camboriu, Aldo Sartori, alega que os taxistas de Camboriú sofrem perseguição dos guardinhas de Balneário. ?Nós não podemos aparecer na rua com o carro que vêm os guardas pra multar?, reclama o sindicalista.

Aldo não nega que taxistas de Camboriú estejam trampando em Balneário, mas diz que o pessoal da Maravilha do Atlântico também invade Camboriú quando tem balada na Green Valley ou show no Rancho Marias?s. ?Eles se aproveitam que aqui não tem guarda. Quem tem que correr com eles são os próprios taxistas. É bom que essa situação seja resolvida antes que acabe em confusão?, disse Aldo.

O vereador Piteco ouviu na manhã de ontem todas as reclamações do sindicato de Balneário e decidiu que, só colocando os dois sindicalistas na mesma mesa, se pode chegar a alguma solução. O parlamentar prometeu marcar pra terça ou quarta-feira da próxima semana uma reunião para tentar resolver o perrengue. ?Temos que descobrir como fica bom para as duas partes para tentar adequar as leis e resolver esse impasse para que ninguém saia perdendo?, disse o vereador.

O rolo é grande

Nas duas cidades, atualmente, circulam mais de 130 táxis. Do lado de Balneário são 72 carangas autorizadas a rodar pela cidade com o taxímetro ligado. Já em Camboriú são 60 motoras que tiram o seu ganha-pão do trampo na praça.

  •  

Deixe uma Resposta