• Postado por Tiago

INTERNA_15_abre-direita_---taxistas-pedem-calçada-de-volta---evaldo---foto-dona-mariquinha-(2)

Os taxistas exigem a retomada da obra da calçada

Os taxistas do ponto do hospital Marieta Konder Bornhausen, na avenida Sete de Setembro, centro de Itajaí, tão fazendo um apelo pras freirinhas que tocam a instituição: que mandem construir novamente o passeio de pedestres. Há dois meses a direção do Marieta retirou parte da calçada pra reformá-la. Só que a obra nunca rolou.

O motorista de praça Adelino Dagnoni, 74 anos, disse que outras duas calçadas foram consertadas, mas a que eles mais usam está precária. Para ele, as obras não deviam nem ter começado. ?Ou faz de uma vez ou então nem mexe?, opinou.

Para o também taxista Evaldo Hoepers Filho, 26, as freirinhas tão querendo detonar as árvores que tão plantadas na calçada. Mas como o corte não teria sido autorizado, pararam as obras.

Adelino discorda da decisão de arrancar as árvores. ?Faz sombra pra gente aqui no verão. Imagina em janeiro, fevereiro, como vamos ficar?, reclama.

O taxista Riva, 39, diz que vários clientes ficam enfurecidos com a falta de respeito com o pedestre. Ele também bufa com a trabalheira que é pra atender a clientela. ?As pessoas têm que entrar no táxi no meio da rua. Quando tem chuva, aí é que piora tudo?, reclama.

É temporário, diz advogada do Marieta

Zilda Bueno, advogada do Marieta, diz que a obra está parada temporariamente, mas que irão consertar o estrago. ?A reforma que tá sendo feita no pronto-socorro é a nossa prioridade no momento e estamos concentrando os trabalhos lá. Com a epidemia da gripe A, é importante que o setor esteja pronto rapidamente?, explicou.

A advogada conta que outro problema que atrasa as obras é o mau tempo. ?Com esses dias chuvosos, não podemos fazer a reforma também, inviabiliza tudo?, completou.

  •  

Deixe uma Resposta