• Postado por Tiago

Os moradores do Gravatá, em Navegantes, tão cocudos com a falta de taxistas no ponto do bairro. O aposentado Arno Scharf, 60 anos, secretário da associação de moradores, reclama que os motoras nunca aparecem para trabalhar.

O problema já acontece há meses, mas o assunto voltou à tona na quarta-feira desta semana. Durante um velório, um dos parentes do morto precisou de um táxi e nenhum motorista de praça foi encontrado no Gravatá, contou seu Arno. Para o secretário da associação, os taxistas inscritos no ponto só pediram a licença da prefa para comprar carangas com redução doimposto a que a categoria tem direito.

Arno diz que no inicio do ano um morador foi reclamar na prefa e foi informado que existiam 10 taxistas com licença para trabalhar no Gravatá.

  •  

Deixe uma Resposta