• Postado por Tiago

Pra sair da crise, economia capitalista vai se encolher e desempregar muuuito

-----ILUSTRAÇÃO-DESEMPREGO-01

O Brasil, assim como o resto do mundo, vai viver uma era de desempregos. A previsão, nada otimista, vem dos técnicos do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), do governo federal, e da Organização Internacional do Trabalho (OIT), da Onu. A preocupação dos sabichões é que embora a criação de emprego esteja superando o número de demissões, o saldo positivo está longe do necessário para acomodar o crescimento da população economicamente ativa (PEA). Com isso, a taxa aumenta, explica Roberto Henrique Sieczkowski Gonzalez, técnico do Ipea.

Entre março do ano passado e março deste ano, a taxa de desemprego no Brasil subiu de 8,6% para 9%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Tudo reflexo da crise econômica internacional, que também atinge os gringos pelo mundo todo: nos Estados Unidos, a taxa de desemprego é de 8,9%, na Espanha, passou dos 17% e em toda a União Europeia, já chegou aos 8,3%.

Para Janine Berg, técnica da OIT, não há dúvidas: ?Vai haver aumento do desemprego?. Ela argumenta que a economia internacional vem se recolhendo para se recuperar da crise e isso vai afetar diretamente a empregabilidade. A Organização Mundial do Comércio (OMC) estima queda de 9% no comércio mundial e de 3% na produção mundial, já o Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê redução de 1,3% no produto interno bruto mundial, ressalta a representante da Organização Internacional do Trabalho no Brasil. Ela também lembra que, no Brasil, o governo reduziu a previsão de crescimento do PIB em 2009 de 4% para 2%.

  •  

Deixe uma Resposta