• Postado por Tiago

 

fig_161420090513Dois portêineres (guindastes gigantes) adquiridos pelo Teconvi ? Terminal de Contêineres do Vale do Itajaí – estão vindo da China pra Itajaí. O navio está atracado em Santos para descarga de outros equipamentos e em seguida se desloca pra Itajaí, onde os portêineres serão descarregados em junho, entrando em operação a partir de agosto. 

A aquisição dos dois equipamentos é parte do projeto de expansão e modernização das operações realizadas no Porto de Itajaí. O Teconvi, empresa do grupo global APM Terminals, já investiu mais de R$ 100 milhões nas obras do terminal em Itajaí.

A direção da empresa pretende igualar o Teconvi aos demais terminais da APM operados no mundo, empregando na região a mesma tecnologia e equipamentos. 

Os guindastes pertencem à categoria pós-Panamax e são do tipo twin?lift, com capacidade para levantar até dois contêineres cheios de 20 pés ao mesmo tempo. Cada equipamento possui uma lança com 47 metros de comprimento, permitindo melhor alcance de unidades localizadas no lado oposto do navio e possibilitando atendimento de embarcações com capacidade de até sete mil TEUs.

Expansão: o que já foi feito

Em 2008 o TECONVI recebeu 18 novas reach stackers, três novos guindastes móveis (MHC ? Mobile Harbor Crane) da marca Liebherr, inaugurou uma nova área para armazenagem de contêineres com 25 mil metros quadrados, entregou o novo edíficio da Capitania dos Portos e implementou um novo sistema para gerenciamento e controle do terminal. 

Recentemente, concluíram-se as obras do novo berço de atracação com 215 metros de extensão que futuramente será acrescido de 70 metros. Até o fim de junho 744 novas tomadas para contêineres refrigerados serão disponibilizadas para os clientes.

Quando finalizadas as obras, o TeconviI oferecerá ainda um novo portão com três linhas de saída para caminhões.

  •  

Deixe uma Resposta