• Postado por Tiago

Sub---antonio-ayres-(27)

Ayres não fazia ideia da existência do terreno

Um nome conhecido em Itajaí apareceu de surpresa em meio às entrevistas sobre a operação Transparência. De acordo com a defesa do empresário Marcos Pegoraro, a Arrows teria uma dívida com a secretaria da Fazenda no valor de pouco mais R$ 2 milhões, que em valores corrigidos chegaria a R$ 12 milhões. A empresa teria parcelado a dívida em 96 prestações, e começado a pagar a fortuna. O problema é que na terceira parcela, um terreno em Camboriú que foi dado como garantia apareceu com dupla matrícula no cartório, ou seja, ele tinha dois donos. O curioso é que o outro dono seria Antonio Ayres dos Santos, pai do atual superintendente do Porto de Itajaí, Antonio Ayres dos Santos Júnior.

O superintendente disse que está surpreso com a notícia, já que nunca tinha ouvido falar no terreno e que vai procurar se interar sobre a história. ?Se está no nome do meu pai, eu quero o meu pedaço?, brinca Antônio.

Segundo ele, havia uma ?lenda urbana? dentro da família sobre um terreno que havia sido tomado pelo instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra) e que nunca tinha sido retomado. ?Meu pai morreu em 1971 e não havia nada sobre este terreno em seu inventário, nunca soubemos da existência dele?, afirma. Ayres também nega conhecer os empresários Marcos Pegoraro e Eugenio da Rosa, e disse que quer distancia desta pendenga.

  •  

Deixe uma Resposta