• Postado por Tiago

A madrugada de ontem foi manchada de sangue em Tijucas. Dalcilene Aparecida Rocha, 38 anos, foi encontrada morta na rua Independência, pertinho da fábrica de café do bairro Praça. Ela foi assassinada com quatro tirombaços na cachola. Pra polícia, tudo indica que rolou uma execução, já que foram usadas duas armas pra mandar a mulé pra terra dos pés juntos.

Passava da 1h30 quando F.V.Z., 28, deu uma banda pela rua e viu a tiazinha estatelada na chón. Bisbilhoteiro, o cara foi fuçar o que tinha rolado e notou que Dalcilene tava com a cabeça detonada por balaços e toda ensanguentada. O rapaz passou um fio pros meganhas que constataram a bronca e chamaram os peritos da polícia. O corpo foi levado pro Instituto Médico Legal (IML) de Balneário Camboriú, onde passou por um bizú dos especialistas.

Pelo que foi levantado pelos homisdalei, a vítima tomou os quatro tiros na cabeça minutos antes de ser encontrada. Dois pipocos foram de revólver 38 e outros dois de pistola de calibre não identificado. Como foram usadas duas armas no crime, os tiras acreditam que o assassinato se trata de uma execução. Pra polícia civil, Dalcilene era chegada numa pedra de crack e teria sido morta por acerto de contas do tráfico de drogas. Como não houve testemunhas, o trampo agora é pra descobrir como rolou o crime. A área onde o corpo foi encontrado é tranquila pacas e não há casas por perto.

Mais um baleado

O coisaruim resolveu passear por Tijucas na madrugada de ontem. Uma hora depois do assassinato, foi a vez de Sinval José Espindola, 47, levar uns tirombaços no posto Silvestre, no quilômetro 163 da BR-101. O sujeito foi ferido na na busanfa, na barriga e no peito.

Mesmo sangrando, o homem conseguiu pedir ajuda. Foi socorrido pelos bombeiros e levado ao hospital São José, em Tijucas. Ele foi medicado, permanece internado, mas não corre risco de morte.

Pros fardados, Sinval contou que levou os balaços de dois malencarados que tentavam furtar as rodas do seu caminhão, que tava estacionado no posto de gasosa. Os putos siscapuliram depois do crime e não foram encontrados.

  •  

Deixe uma Resposta