• Postado por Tiago

Uma desgraceira marcou o início da última semana de 2009. Um homem morreu depois de ser atropelado por um carango em frente ao posto da polícia Rodoviária Federal (PRF) de Itapema. O tiozinho tinha dado um pulo na base dos puliças pra pedir ajuda pra socorrer sua mulher e no retorno se tornou vítima de um porradaço feioso. A desgraceira rolou na noite de domingo.

Passava das 20h, quando Garibaldino Pereira, 57 anos, dono de uma imobiliária de Itapema, foi até o posto dos PRF, no quilômetro 140 da BR, para pedir uma ajuda aos policiais para socorrer sua mulher que tinha sofrido um acidente, 10 quilômetros adiante. Depois de bater um papo com os fardados, ele tratou de simandar diapé, em direção ao local da trombada. Tentou atravessar a rodovia em frente ao posto e assinou sua sentença de morte.

Cruzou na frente do Fiesta, placa DDA 4826, que seguia do Balneário Camboriú, na direção de Porto Belo. O motora, Fernando Zimmermann Neto, não conseguiu desviar e acertou o tiozinho em cheio. Garibaldino voou longe e ficou todo quebrado. Foi socorrido pelo pessoal da concessionária da BR, a Autopista Litoral Sul, mas morreu ao dar entrada no hospital Santa Inês, da Maravilha do Atlântico.

  •  

Deixe uma Resposta