• Postado por Tiago

Acabaram-se os dias de liberdade pra um traficante de armas e porcarias que andava tocando o terror na Palhoça. O cara, que tava pedido pela dona justa, já tem assassinato nas costas e é suspeito de ter mandado um desafeto pro além dentro do xilindró dos dimenores, na capital manezinha. Ele foi encontrado pelos homis da diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) em Biguaçu, e levado pra ver o sol nascer quadrado.

Maycon Rosa Adriano, 21 anos, tava sendo investigado há dois meses por andar metido com a venda porcarias. Na segunda-feira à noite, os tiras descobriram que ele tava pelos lados do bairro Rio Caveiras, em Biguaçu, e resolveram pintar na área.

Os homisdalei nem precisaram de muito trabalho pra encontrar o traste, que tava diboa, mocosado na baia onde tava morando desde que se mudou de Palhoça, há algumas semanas. Na casa do cara foram achados 40 gramas de maconha, e ele acabou guentado em flagrante.

Maycon, apesar de novinho, tem uma ficha policial mais suja que pau de galinheiro. Ele já tinha sido grampeado quando era dimenor, por ter assassinado um inimigo em Palhoça. O cara acabou cumprindo pena no plantão Interinstitucional de Atendimento (Pliat) da capital, onde ficam os dimenores encrenqueiros.

No xilindró, Maycon teria se estranhado com um outro aborrescente que tava preso e é suspeito de ter mandado o coitado comer capim pela raiz. Agora, com ele preso, as investigações vão seguir pra dizer se ele tá mesmo envolvido no crime.

  •  

Deixe uma Resposta