• Postado por Tiago

Os homisdalei de Balneário Camboriú estão empenhados em descobrir quem é o trafica que tá fornecendo LSD pra um laranja de Curitiba que caiu no domingo vendendo o bagulho numa festa rave. Bruno Moreno Domingues Barbosa, 24 anos, foi guentado acusado de vender a droga num bareco do bairro Estaleirinho.

Seguranças do Sky Beach, que fica na praia do Estaleirinho, na Maravilha do Atlântico Sul, desconfiaram de Bruno. Durante o festerê, o rapaz começou a ser procurado, aparentando fazer negócio com os baladeiros de plantão.

Pra não pagar pra ver, os brutamontes do bar levaram o garotão pra fora e deram uma prensa. Com o flagra, o rapaz melou a cueca e entregou o jogo. Admitiu que vendeu pontos de LSD, que é aquela droga sintética que acelera o coração dos viciados e deixa eles mais ligados que lâmpada de 100 watts.

A polícia militar foi chamada, revirou o garotão de cabeça pra baixo, encontrando sete pontos da porcaria. Bruno disse que já tinha vendido outros cinco pontos da droga dentro da balada. Com a porcariada tinha lucrado R$ 180.

Os fardados ainda deram uma geral no Peugeot, placa ARL 6913 (Curitiba/PR), do rapaz, mas não encontraram nada de suspeito. Levaram o garotão pra delegacia, onde disse estar revendendo a droga pra um traficante da capital do estado vizinho. Apesar da confissão, Bruno se recusou a dizer o nome do trafica e foi pagar pela bronca sozinho no xadrez.

  •  

Deixe uma Resposta