• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-SEIS-ABRE-Marcos-Antonio-Bernardes-(1)

Bandido disse que tava limpo, mas o papo não convenceu a polícia

Marcos Antônio Bernardes, 38 anos, conhecido no mundo do crime como Professor, foi preso terça-feira pelos tiras da Central de Investigação Policial de Balneário Camboriú, na rua Panamá, bairro das Nações. O malaco é apontado como o chefão do tráfico de drogas do Morro da Pedra.

Os policiais tavam investigando o tráfico de porcariada que rolava na região, fazia um bom tempo. A prisão, mesmo assim, só rolou depois que o povão resolveu testar a eficiência do 181, o disque-denúncias da Polícia Civil, e entregar Marcos pros homisdalei. Os moradores da área deram um bizú pros tiras que um traficante, pedido pela justa de Curitiba, tava escondido no bairro.

Os tiras passaram a fazer campanas no Morro, mas o Professor sempre conseguia despistar os homis. Como tinha uma espécie de ponto de observação no alto do morro, o cara acompanhava toda a movimentação da polícia e dava no pé sempre que os tiras resolviam fazer uma visitinha na região. Quando percebia a presença da polícia, o malaco batia asas e ficava bem longe de casa, até baixar a poeira.

A sorte de Marcos terminou na tarde de terça-feira. O bandido marcou bobeira e foi guentado enquanto caminhava pela rua. O mequetrefe tava limpo, sem nenhuma droga, mas foi preso porque é fugitivo do presídio de Curitiba, onde cumpria pena por roubo à mão armada. Desde a fuga, passou a morar em Balneário Camboriú onde, segundo os homis, assumiu o comando da venda de porcarias do Morro da Pedra.

Professor foi levado para a central e será guardado no cadeião de Balneário até que os tiras de Curitiba venham buscar o fugitivo. Em sua defesa, o cara disse que é apenas viciadinho e que é do bem. Os homisdalei continuam investigando o Morro da Pedra, para prender os outros traficantes que trabalham na região.

  •  

Deixe uma Resposta