• Postado por Tiago

Obra que tá parada desde o ano passado virou um ponto de drogas

Pedro Manoel, 40 anos, Gerson Fernandes, 46, e um dimenor de 16 anos foram presos na tarde de terça-feira com 41 pedras de crack e 19 papelotes de cocaína. Os safados tavam vendendo a porcaria na obra da creche municipal Hercílio Bento, que fica na rua Caçador, no São Vicente. Os meganhas deram o atraque certeiro depois de denúncias do povão.

O dimenor foi guentado com uma pedra de crack. Os outros dois vagabundos escondiam uma pistola e o resto da droga. Os bandidos tinham também a grana que faturaram vendendo a porcaria.

A polícia descobriu que os safados tinham montado uma espécie de sucursal do demo pra fabricação de drogas, na obra da prefeitura peixeira. Os tansos escondiam no local uma balança digital, um prato, uma faca, uma tesoura e pedaços de sacos plásticos que serviam para embalar a droga. Os milicos encontraram também duas pedras grandes de crack, com aproximadamente 200 gramas cada.

Um dos traficantes assumiu que tava vendendo drogas. O outro safado disse à polícia que era vigia da obra, mas fazia vistas grossas para o comércio de porcaria. O espertalhão é viciado em porcaria e ganhava umas pedras do capeta para deixar o tráfico rolar solto na creche. O dimenor era aviãozinho e tava a serviço do traficante pra atender os viciadinhos da região.

O trio foi encaminhado à 2ª depê peixeira junto com as porcarias apreendidas. O traficante e o falso segurança foram presos em flagrante por tráfico de drogas e aliciamento de menor e foram parar no presídio do Itajaí. O dimenor assinou uma papelada e terá que se entender com a justiça peixeira.

Não conhecia vigia

Tony Roberto de Souza, dono da empresa contratada para a obra, não conhecia o mequetrefe que dizia ser vigia da creche. ?Eu nunca contratei ninguém para ser segurança da obra?, contou o proprietário da empreiteira Minerva.

A obra tá parada desde o ano passado e só será retomada essa semana. Tony ainda explicou que o encarregado da construção passava todo mês para fiscalizar a creche. ?Ele disse que tinha gente dormindo ali, mas que já tinha expulsado essas pessoas?, completou o empresário.

A assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Educação esclareceu que não tem nenhuma criança estudando na creche, já que as obras estão paralisadas. Os pirralhos tão tendo aulas em uma casa que fica mesma rua e só voltarão para a creche Hercílio Bento quando as obras forem concluídas.

Nos Cordeiros

Ontem, dois dimenores foram presos na rua Luiz José de Medeiros, nos Cordeiros. A PM recebeu uma denúncia que tinha dois gurizões vendendo porcaria no meio da rua. Ao chegar ao local, os homis encontraram os trastes que melaram nas cuecas e entregaram a porcaria.

  •  

Deixe uma Resposta