• Postado por Tiago

Os viciadinhos de plantão tiveram três baixas na noite de terça-feira. Em cinco horas, os meganhas detonaram três antros do tráfico de drogas em Camboriú e em Balneário Camboriú. Durante as abordagens, foram recolhidas 14 pedras de crack e mais uns torrões de maconha. Foram apreendidos cadernos de anotação da bandidagem e balanças pra pesar a droga. Seis traficas foram guentados, sendo que dois eram dimenores.

Pelas 22h, os tiras foram conferir uma denúncia de tráfico e bateram numa casa sem número da rua Canelinha, no bairro dos Municípios, na Maravilha do Atlântico Sul. Quando a baratinha passou, viu Anderson Gonçalves dos Reis, 32 anos, andando pelo pátio da baia. Como o cara já é manjado por estar metido com os malacos, os policiais resolveram dar o atraque. Ao revistar o rapaz encontraram 10 pedras do capeta e mais dois torrões de maconha. Pra não perder a viagem, os milicos entraram na baiuca do cara onde encontraram mais três torrões de oito gramas de marofa. Também foi guentado no local um caderno com nomes de viciadinhos. Anderson e sua mulé, Marise Brandão, 21, que também tava por lá, foram mandados pra trás das grades acusados de vender porcariada.

Umas quatro horas antes, o atraque rolou numa casa da rua Monte Castelito, no bairro Monte Alegre, em Camboriú. Fardados baixaram na baiuca apontada como sendo antro do comércio de drogas.

Ao entrar na casa, encontraram cinco desocupados que arregaçaram os zóios. Os homis reviraram a baia de cabeça pra baixo e encontraram umas quatro pedras do dêmo.

Além disso, foi apreendido um caderno com a matemática do tráfico e uma balança de precisão. Pra piorar pros rapazes que tavam por lá, foram recolhidos R$ 1195 em notas miúdas, que é característica do comércio de drogas. Os donos da casa, Roges Soares Atarão, 23, e Rodrigo Pereira, 25, foram parar no xilindró.

A última abordagem aconteceu pelas 23h, na rua Monte Lucánia, também no bairro Monte Alegre. Uma baratinha em ronda colou ao lado de dois dimenores e um malaco que batiam papo na rua. Os meganhas fizeram a busca pessoal e encontraram dentro da boca do menor de 16 anos uma pedra maldita.

Com o dimenor de 17 anos, foi encontrada uma bucha de maconha e um pacote com uns farelinhos de crack. A dupla de minitraficas foi levada pra sisplicá na delegacia. O malaco foi liberado no local.

  •  

Deixe uma Resposta