• Postado por Tiago

Uma loja chiquetosa da rua 1500, em Balneário Camboriú, levou prejú no final da tarde de quinta-feira. Um traste resolveu renovar o guarda-roupa pro inverno e fez uma baita compra de roupas.

Na hora de pagar a conta, passou uma dinheirama fajuta. Quando o atendente sitocou da falcatrua e chamou a polícia, o mequetrefe já tinha escapado com os trajes novos.

O trambiqueiro entrou na loja por volta das 18h, se apresentou como cliente e passou um tempão provando dúzias de roupas estilosas. Quando achou que tinha ficado um chuchu, chamou a vendedora e mandou embrulhar uma renca de roupitchas novas.

Na hora de pagar, o espertinho passou três notas de 100 pilas e vazou, antes que alguém percebesse o que tava errado. Só alguns minutos depois que o traste tinha ganhado as ruas, é que o tanso do atendente sitocou que tinha sido ludibriado com notas fajutas.

Ele chamou os milicos e passou as características do cliente. Os homis saíram à cata do traste, mas não encontraram nem sinal dele. As notas foram recolhidas pela puliça militar pra que não enganem outros trouxas pelaí. A polícia suspeita de um derrame de notas falsas na região. As notas tariam sendo trazidas do Paraná para serem esquentadas no comércio.

  •  

Deixe uma Resposta