• Postado por Tiago

A polícia Militar de Brusque botou atrás das grades na noite de terça-feira Rafael Nilo de Borba, 24 anos, Thiago José Leal, 21, Renato de Freitas Filho, 24, que tavam passando dinheiro falso no comércio da região da Cidade do Marreco. No possante dos vadios foram encontradas três cédulas de 100 pilas de mentirinha, 1.465 reales verdadeiros e uma porrada de coisas compradas com a grana falsa.

Os golpistas tinham acabado de passar a perna em uma farmácia em Guabiruba quando foram guentados em uma operação dos meganhas. Os safados disseram à polícia que saíram de Itajaí e Navegantes pra atacar na redondeza.

Os vadios compraram remédio, pagaram com uma nota falsa, tavam dando no pé quando um milico de folga desconfiou das fuças dos mequetrefes. O policial deu um alô pros companheiros que tavam de serviço, que armaram uma barreira na rua dos Imigrantes, na entrada da city.

Os meganhas pararam o Gol, placa HDJ 7207 (São Paulo), e na revista descobriram a safadeza. Dentro do possante estavam as três notas falsas mais a grana verdadeira. Os milicos acharam ainda duas garrafas de vinho, dois óculos de sol, três celulares e oito ferraduras de cavalo. A turma foi levada pra delegacia, onde foi reconhecida pela dona da farmácia. Depois de bater um papo com o dotô, foram dormir no cadeião de Brusque. De acordo com o delegado Juscelino Boos, como os malandros meteram crime de emissão de moeda falsa, o caso será encaminhado à justiça federal.

  •  

Deixe uma Resposta