• Postado por Tiago

Um tiozinho de 60 anos foi feito refém da bandidagem que atacou dentro de casa, na rua André Shumacher, no Gravatá dengodengo. O crime aconteceu quinta-feira, quando passava das 21h. Um trio de bandidos encapuzado entrou na baia, amarrou o coitado e fugiu levando a caminhonete da vítima e uma montoeira de badulaques. A PM foi chamada logo depois, mas não encontrou os mulambentos. Os puliças acreditam que se trata de uma quadrilha que se especializou em roubo de caminhonetes.

Os caras tavam armados de pistola e o ameaçaram de morte se ele não colaborasse e ficasse quietinho. Em pouco mais de 10 minutos os putos entraram na casa, amarraram o velhinho, e evaporaram com a Ranger cabine dupla branca, placa ALH 7598 (Blumenau).

O coitado conseguiu se soltar e chamar a polícia pouco depois do crime. A polícia informou que o assalto é parecido com outros, envolvendo veranistas de Jaraguá do Sul, São Bento do Sul e de Blumenau registradas no município. Os bandidos agem entre 20h e 21h e sempre em casas que as vítimas tenham caminhonetes.

O tenente Rafael Vicente, do setor de comunicação da PM dengodengo, explicou que a suspeita é que são bandidos do bairro São Paulo que tão metendo os crimes. “Estamos sempre levando fotos de criminosos para a vítima identificar, e um deles foi reconhecido”, informou Vicente.

Para tentar diminuir os assaltos, a PM vai colocar a partir de segunda uma baratinha pra fazer rondas durante a tarde e à noite no Gravatá. “Acreditamos que os bandidos escolhem a vítima durante a tarde, e metem o assalto depois”, avaliou o oficial. Para ele, os bandidos acompanham toda a movimentação da possível vítima, descobrem onde mora e preparam o crime. O assalto está sendo investidado pela polícia civil da terrinha.

  •  

Deixe uma Resposta