• Postado por Tiago

Uma ação da Polícia Militar de Itajaí, na tarde de ontem, acabou com a farra dos traficas que tavam apavorando num dos pontos de distribuição de porcarias mais conhecidos da city peixeira: a casa do da Lua. Os milicos cercaram a boca e deixaram os bandidos sem rota de fuga. Na baia foram presos Paulo Ricardo Macedo Sandri, 20 anos, Jéferson Ricardo Vanzuita, 22, e Isaias Tavares, 23. O trio de traficantes chinélis tava premiado com 17 pedras de crack e 52 reales.

A baiuca que tava a serviço do dêmo fica na rua São Paulo, no bairro Fiuza Lima. Desde que o traficante Da Lua foi preso, a malacada tava se revezando no comando da boca.

Sem chance de fuga

A polícia já tinha batido no local outras vezes, mas os trastes conseguiam dar um jeito de fugir e sair pelos fundos. Desta vez, os meganhas se dividiram e uma parte ficou nos fundos da casa, pronta pra dar o bote nos malacos que tavam vendendo pedra.

Paulo Ricardo Macedo Sandri, 20, ficou na baia pra despistar os policiais, e acabou sendo o primeiro a ganhar o par de algemas. Jeferson Ricardo Vanzuita, 22, e Isaías Tavares, 23, tentaram simandar pela porta dos fundos, mas foram presos no quintal.

Os dois se preparavam para pular o muro quando deram de cara com a outra equipe da polícia, que cansou de brincar de esconde-esconde com os vendedores de porcaria da casa do da Lua e resolveu montar uma estratégia pra mandar todos pra jaula.

Isaías escondia 17 pedras do dêmo prontinhas pra venda. Dentro da baia, os milicos acharam mais 52 reales, lucro da venda das porcarias. Os três caras são conhecidos da polícia pelo tráfico de drogas, mas Isaías também tem na sua ficha uma passagem por assalto.

Eles foram levados para a segunda depê pra bater um papo com delegado e depois entregues no cadeião.

  •  

Deixe uma Resposta