• Postado por Tiago

INTERNA-SETE-ABRE----DIVULGAÇÃO-p---tres-caem-com-armas-e-notas-falsas-12

Meganhas cataram berros e mais uma bagulhada com os bandidos

Um trio de Balneário Camboriú tava pedindo pra ser enjaulado. Juciano da Silva, 22 anos, Luis Carlos Leiros, 24, e Tarso Ageu Mira, 22, conseguiram meter quatro crimes numa só tacada. Caíram na madrugada de ontem com um carango furtado, trabucos ilegais, drogas e notas falsas de 100 pilas. Os sujeitos também são suspeitos de assaltar numa casa da praia de Taquaras.

Pelas 3h, uma baratinha em ronda pela Barra sul, na avenida Atlântica, colou ao lado do Polo, placa IKW 4167 (Porto Alegre/RS), que tava registrado como furtado. Farejando que tinha algo errado por ali, os meganhas resolveram trocar uma ideia com os quatro caras que tavam dentro do possante.

Os tiras reviraram o carango de cabeça pra baixo, vasculharam cada cantinho e encontraram dois berros calibre 38 mocosados no banco traseiro. Os trabucos tavam recheados com seis balas cada. Um deles tinha a numeração raspada e a polícia acredita que é roubado.

Pra piorar a situação, acharam uma touca que tapa o rosto do sujeito e meia fina de muié, que podem ter sido usadas pra esconder a cara de possíveis assaltantes. Foram apreendidas ainda quatro notas de R$ 100. As garoupas estavam com um papel estranho pacas e aparentavam ser falsas.

Por desencargo de consciência, os homis resolveram checar dinovo a placa do carro, mas dessa vez verificaram pelo número do chassi. Com a estratégia, descobriram que o carro tinha sido furtado no início desta semana em Itapema e tava com a placa clonada.

Com Juciano, Luis e Tarso foram guentados ainda três celulares. Um dos aparelhinhos telefônicos foi roubado de uma casa na praia de Taquaras, durante um assalto à mão armada. Com o achado, os puliças desconfiam que um dos acusados possa estar envolvido no ataque.

Não satisfeitos com os flagras, os milicos ainda resolveram bater na casa de um dos suspeitos. Na baia do cara, que não teve o endereço divulgado, recolheram mais 10 balas de revólver calibre 38 e uma pedrona de crack, que picada poderia render umas 40 pedrinhas.

Com tanta lambança, Juciano, Luis e Tarso foram direto pro xilindró. Os caras terão que responder por passear pelaí com carango surrupiado, armas ilegais, drogalhada e grana falsa.

  •  

Deixe uma Resposta