• Postado por Tiago

A chuva que castiga a região causou três acidentes na manhã de ontem na BR-101. O primeiro motora saiu da pista na divisa entre Barra Velha e Piçarras. O outro motora rodopiou na pista molhada e atingiu uma caranga que vinha passando, em Piçarras.

Apesar do impacto, ninguém saiu ferido no acidente. Como os carros ficaram próximos à lateral da pista, o fluxo de veículos não chegou a ser alterado no trecho.

O primeiro acidente rolou por volta das 10h, no Km 95 da rodovia, na divisa entre Barra Velha e Piçarras. No porradaço Jair Forsatti, 22 anos, perdeu o controle da direção e bateu no barranco bem no trevo de Medeiros. Com a batida, o KA, placa ILK 8583 (Florianópolis), ficou com a frente toda detonada.

Jerônimo de Souza, 38 anos, rodou no Km 102, no trevo de Piçarras, por volta das 12h40. O motora contou aos policiais da PRF que perdeu a direção quando foi ultrapassar um caminhão. Depois de rodopiar com a Currie, placa MFI 5786 (São José), parou no meio da pista. A caranga foi atingida pelo possante conduzido por Pedro dos Santos, 48 anos, que não conseguiu desviar.

A PRF recomenda aos motoristas para que obedeçam à sinalização de 100Km/h, e, em dias de chuva, só ultrapassem caminhões quando tiverem pleno domínio da direção ou em subidas, onde têm menos água acumulada na pista.

Com esse cuidado, os motoristas evitam que a roda do caminhão espirre água no parabrisa e prejudique a visão do condutor. Os trechos mais críticos são na região próximo a Itajaí e Balneário Camboriú, onde o movimento de bruto é mais intenso.

  •  

Deixe uma Resposta