• Postado por Tiago

PAGINA-8---ABRE---praia-balneario

Pobres com mais grana, crise dos gringos e evolução do turismo interno ajudou a bombar o setor

Os brasileiros passaram a viajar 83% a mais nos últimos dois anos em comparação com 2006 e 2007. Os números foram divulgados pelo ministro Luiz Barreto, do Turismo. O crescimento da renda das classes econômicas mais baixas foi um dos principais fatores para o aumento na movimentação do setor conhecido como indústria sem chaminé. Para Silvia Cabral, coordenadora do curso de turismo e hotelaria da Univali, o desenvolvimento do turismo interno, feito dentro do próprio país, também ajudou no crescimento.

O estudo foi encomendado ao instituto Vox Populi, que entrevistou 2322 pessoas entre os dias 17 de junho e 7 de julho. De acordo com a pesquisa, 35,5% dos que viajaram ganham até cinco salários mínimos (R$ 2.325), 61,1% até 10 salários (R$ 4.650), e 38,9% acima dos 10 salários mínimos. O transporte mais usado é o carro, com 41,8%, seguido pelo avião, 33,5%, e pelo busão, 23,8%.

O estudo aponta que 63,2% pagam à vista as viagens e 36,8% a prazo. Entre os entrevistados, 78,3% planejam a viagem por conta própria, sem ajuda de agências. Em 2007, 32% dos brasileiros disseram ter viajado. Esse número passou para 58,8% este ano.

Crise dos gringos ajudou os brasileiros

A coordenadora do curso de turismo e hotelaria da Univali acredita que um dos fatores para o aumento no turismo brasileiro foi a crise internacional. As viagens internas ficaram mais atrativas devido ao alto custo do turismo internacional. A professora ainda acrescenta o lançamento de novos pacotes e o desenvolvimento do turismo regional como pontos que podem ter ajudado no crescimento do setor.

Para o ministro Luiz Barretto, a maior movimentação do turismo está relacionada à alta na renda da classe média baixa. ?Hoje, temos uma nova classe média, que estava fora do mercado consumidor. Hoje não é mais só a classe A e B, a chamada classe média. Temos agora pessoas que aumentaram a renda e agora viajam?, afirmou à agência de notícias do governo.

Dados do IBGE apontam que o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 6,1% em 2007 em relação à 2006, e conquistou a maior expansão em 23 anos. Entre 2006 e 2007 a ocupação no mercado de trabalho teve aumento de 1,5%. Isso tudo representou aumento de riqueza e distribuição de renda.

Veja como planejar uma viagem econômica

O doutor em turismo Athos Henrique Teixeira, professor da Univali de Balneário Camboriú, diz que é possível viajar sem gastar muito. Veja as dicas do sabichão em como sair por aí sem desperdiçar dinheiro:

Planejamento: antes de viajar procure na internet os pontos turísticos das cidades e invista em roteiros digrátis ou baratos, como praias, praças e museus

Aproveite para visitar a parentada: além de não pagar hospedagem você ainda coloca o papo em dia e fica conhecendo novos lugares

Ir de busão: compare preços de passagens e veja se a viagem fica mais barata indo de ônibus ao invés de tirar o carro da garagem

Pacotes: pesquise pacotes econômicos em agências de viagens. Em muitos casos o consultor pode orientá-lo a comprar um pacote de viagem personalizado

  •  

Deixe uma Resposta