• Postado por Tiago

g---praia-lotada-BC-(5)

Praia Central ficou lotada ontem à tarde

O fim de semana foi de praia lotada em Balneário Camboriú. Com o solzão a pino, uma renca de turistas aproveitou pra pintar na city mais cedo do que o esperado. A metade dos leitos de hotéis já tá ocupada, e a estimativa é de ocupação total na semana que vem, logo após o Natal, quando chega o pessoal que vem curtir o festerê de réveillon.

Ontem, a praia Central tava tão cheia que até parecia alta temporada. Uma renca de gente se esparramou na areia e sijogou no marzão pra se refrescar. Foi o caso de Analine Parpinelli, 17 anos, que veio de Anchieta, no extremo oeste catarina, pra curtir o Balneário com as amigas. ?Tá maravilhoso, tomara que o sol continue a aparecer?, torcia a garota, que chegou à city no sábado e deverá passar uma semana por estas bandas.

A diretora de hospedagem do sindicato dos Hoteleiros da Maravilha do Atlântico, Dirce Fistarol, disse que os empresários só têm a comemorar nesse comecinho de temporada. ?Temos bastante ocupação, principalmente em relação ao ano passado, quando a temporada foi fraca por causa da enchente?, comentou.

Ela diz que, neste primeiro momento, a maior parte do povão que pinta no Balneário vem das cidades vizinhas. ?A maioria vem de perto, que têm casa ou apartamento por aqui?, afirma. Mesmo assim, a ocupação dos hotéis não tá deixando a desejar. ?Cerca de 50% dos leitos já tão ocupados?, conta.

A expectativa é que a maré melhore ainda mais a partir do próximo final de semana. ?Esperamos 100% de lotação. Ainda temos leitos disponíveis, mas a tendência é que até o dia 31 estejamos com tudo ocupado?, disse. A maioria dos turistas, por enquanto, é brasileira. Os estrangeiros são esperados a partir do dia quatro de janeiro.

Mas nem todo mundo tem o que comemorar. Pros ambulantes, a temporada ainda tá bem fraquinha. ?O pessoal tá sem dinheiro, não tá comprando nada?, disse Roberto Ribeiro, 30, que vende cangas. A esperança dele é virar o jogo nos próximos dias.[

  •  

Deixe uma Resposta