• Postado por Tiago

INTERNA_11_abre-direita_-calçada-rua-100-buracos-_foto-olívia-palito

Pedestres não conseguem andar pela calçada

Dona Terezinha Rittes Heine tá indignada com o estado da calçada da rua 100, no centrão de Balneário Camboriú. Ela costuma passar o verão na city e diz que é a segunda vez, em dois anos, que cai e se machuca por conta da buraqueira. ?Eu queria saber se essa cidade não tem prefeito, porque não tem cabimento um buraco ficar aberto de um ano pro outro?, esculhamba.

A última vez que ela caiu por conta dos rombos no passeio foi esta semana. ?Tive que fazer seis pontos na mão?, diz. Terezinha comenta que, apesar de não morar na Maravilha do Atlântico, tem apê na city e paga seus impostos, por isso cobra mais cuidado por parte da prefeitura. ?Pagamos IPTU aqui, não é certo que deixem a calçada nesse estado?, carca.

Prefa só pode dar canetaço

Edil Caetano, chefe da fiscalização de obras, diz que por lei a responsa pelas calçadas é dos donos dos imóveis e não da prefa. Mas os barnabés podem dar uma bizolhada pra ver se tá tudo em ordem. ?Quando é uma construção, não é dado habite-se enquanto não arrumam a calçada. No caso de construções mais antigas, o proprietário é intimado, ganha um prazo pra resolver a situação e, se não cumprir, é multado?, avisa.

Ele revela que a prefa não tem muitos fiscais pra poder ficar de zoio em todo o município. ?Principalmente agora na temporada, em que o trabalho aumenta muito?, argumenta. Por isso, Edil pede que quem perceber alguma calçada capenga pela city que dê uma ligadinha pra ouvidoria do município, no telefone 0800-644-3388 ou deixe uma mensagem na página da prefa na internet (www.balneariocamboriu.sc.gov.br)

  •  

Deixe uma Resposta