• Postado por Tiago

INTERNA-19----s---unisul-x-sao-bernardo---foto-silvio-avila-cbv-23.03.09

Unisul deixa as quadras com um título brasileiro no currículo

A exemplo do que rolou com outras grandes equipes do vôlei brasileiro, como o Brusque e o Osasco, a Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) anunciou ontem que suspendeu o trampo da equipe de vôlei masculino Tigre/Unisul, com sede em Joinville, pra temporada 2009/2010. O motivo é a falta de patrocinadores e a diminuição nos valores das cotas pra anúncios em uniformes e na quadra.

Em comunicado oficial, a universidade afirmou que se compromete a manter a equipe de futsal, que joga a liga nacional pela cidade de Tubarão, as 69 escolinhas de formação esportiva em 30 cidades, os times profissionais de natação e judô e as bolsas de estudos a atletas amadores e profissionais.

Uma das principais reclamações foi a maneira como a imprensa se referia à equipe, sempre como ?Joinville?, deixando de lado o nome oficial, ?Tigre/Unisul?, o que teria contribuído pra desistência dos patrocinadores.

A Unisul pediu pra que a Confederação Brasileira de Vôlei repense as estratégias de marketing da Superliga, como exigir que as emissoras de televisão responsáveis pela transmissão do campeonato mencionem o nome verdadeiro das equipes, pra que a modalidade ganhe força.

Hoje, o reitor da Unisul, Ailton Nazareno Soares, fará uma coletiva de imprensa às 16h, em Tubarão, pra explicar os motivos da interrupção no projeto.

A Unisul começou a investir no vôlei há 10 anos. Quando tinha sede em Floripa, a equipe foi campeã da Superliga masculina na temporada 2003/2004. Também foi vice-campeã em 1999/2000 e 2002/2003 e terceira colocada em 2000/2001, 2001/2002 e 2005/2006. Faturou ainda o título catarinense sete vezes. Nas últimas três temporadas, o campeão olímpico Giovane Gávio foi coordenador e treinador da equipe e, há dois anos, o time se mudou pra Joinville.

  •  

Deixe uma Resposta