• Postado por Tiago

Difícil de acreditar: o motora ficou embaixo do contêiner e saiu só com arranhões

Valdir Schroeder, 60 anos, pode se considerar um azarado sortudo. No comecinho da manhã de sábado, uma vala aberta às margens da BR 470, em Navega, o salvou de ser esmagado por um contêiner. O velho motorista viu a morte de perto.

O caminhão, placa LZK 5395 (Itajaí), com um contêiner cheio de carne, escangalhou na altura do Km 6 da rodovia federal, perto do trevo com a BR-101. Valdir estacionou o brutu às margens da BR, no sentido Blumenau a Navegantes. O motorista tava ao lado do caminhão fazendo uns reparos quando outra carreta de contêiner enrabou seu brutu.

Com o porradaço, a carreta estacionada acabou virando. Valdir só não virou panqueca e bateu a cachuleta porque foi jogado para dentro de uma vala. Viu aquele mundaréu de ferro cair sobre sua cabeça, mas, por incrível que pareça, sofreu apenas arranhões. O motora ficou encolhidinho no buraco da vala, que pra sua sorte estava com pouca água

A carreta que enrabou o brutu parado no acostamento da BR era dirigida por Clóvis Vinícius de Lima, 27 anos. O jovem motorista do caminhão, placa LZH 2035 (Itajaí), contou à polícia Rodoviária Federal que foi desviar de um carro que tava fazendo uma ultrapassagem forçada naquele local. Para não bater no carango de passeio e fazer um estrago maior, Clóvis preferiu virar pra direita e atingir a traseira do outro brutu.

Surtou

O malucão E.P.S., 25 anos, foi guentado no Km 89 da BR-101, em Barra Velha, transitando numa zica na contramão. O cara fazia umas manobras piradas na frente dos veículos. Quando viu a tchurma da concessionária Autopista Litoral Sul, que administra a rodovia, o sem-noção largou a magrela e fugiu à pé, pulando a cerca que divide as pistas. E.P.S. correu cerca de um quilômetro até ser domado e levado pelos bombeiros para seus familiares.

  •  

Deixe uma Resposta