• Postado por Tiago

“Cinderelas, Lobos e o Príncipe Encantado” conta a dura vida das mulheres, garotas e travestis que são levados pela ilusão de se transformarem em Cinderelas ao fazerem programa com turistas estrangeiros. O vídeo do diretor mineiro Joel Zito Araújo e da Pipa Produções vai estar em cartaz, esta semana, em vários points da ilha da Santa & Bela. A estreia em terras manezinhas será amanhã, no auditório do centro de ciências humanas da UFSC, na Trindade, às 19h30.

Para traçar um panorama sobre o mercado do sexo com dimenores, o diretor percorreu o Nordeste brasileiro e foi até à Zoropa, onde tá a maior parte dos clientes que vêm ao país atrás de sexo, drogas, caipirinha e samba. O filme já foi premiado nos festivais de cinema do Rio de Janeiro, Brasília e Salvador, além de fazer bonito em Gana, na África, e em Nova Iorque, nos Isteites.

Estima-se que cerca de 900 mil sejam as vítimas de tráfico de mulheres em todo o mundo. Joel levanta questões como falhas de educação no ambiente familiar, conivência com comerciantes e falta de políticas governamentais para coibir os abusos.

O filme faz parte do projeto “Cinema Favela” e é promovido pelo grupo Nação Hip Hop de Santa Catarina. Na quinta, às 15h, o filme será exibido no presídio feminino de Floripa e às 19h30 rola no curso de Cinema da Unisul, de Palhoça. Depois, rola debate com os realizadores, tudo na faixa.

  •  

Deixe uma Resposta