• Postado por Tiago

A Leitora L.A.C., 67 anos, que mora no centro de Itajaí, tá indignada com o departamento Estadual de Trânsito (Detran). A senhorinha tá com a carteira de motorista vencida e por isso foi até o órgão de trânsito renovar o documento. Até aí, tudo bem. O problema é que ela continua sem poder dirigir porque não conseguiu passar na prova teórica. “Tem umas coisas desnecessárias, que não precisa”, reclama.

Dona L. fez a primeira prova há dois meses e a última há cerca de 15 dias. Ela tá fula da vida porque pagou R$ 35 pra fazer cada uma das provas e não passou. Pra ela, o Detran é um caça níqueis porque dificulta as questões pra ganhar grana. “Eles botam nesse exame um monte de coisas que pra velho não dá”, detona ela.

Pra evitar levar mais uma nota vermelha na prova, a peixeira disse que vai procurar uma autoescola e passar por umas aulinhas particulares, o que significa o desembolsar de mais dindim.

Passo a passo da renovação

A galera que precisa renovar a carteira de motorista pode procurar uma autoescola no caso de querer mais conforto e menos trabalho. Já para quem quer economizar e fazer tudo sozinho, o primeiro passo é procurar o Detran.

No caso de dona L., que tirou a carteira antes do ano de 1998, existe a necessidade de se fazer um curso de reciclagem e passar pela prova teórica, que inclui 20 questões de direção defensiva e mais 10 de primeiros socorros. Neste caso, a renovação da carteira só é garantida com o sinal verde na prova. O motorista precisa acertar 70% do teste, ou seja, 21 questões.

O estudo pode ser feito em casa por meio de apostilas, que podem ser baixadas pelo site do Detran (www.detran.sc.gov.br). Quem preferir pode procurar uma autoescola e passar por aulas particulares.

O Detran informa que todas as questões contidas na prova teórica são definidas pelo conselho Nacional de Trânsito (Contran).

  •  

Deixe uma Resposta