• Postado por Tiago

Vereador acha que galhudas são cortadas porque faltam bizolhadas

O vereador Orlando Angioletti (DEM) acha que a fiscalização da secretaria de meio-ambiente (Semam) de Balneário Camboriú tá capenga. Ele diz que árvores aos montes têm sido arrancadas e depenadas na city, bem nas fuças dos fiscais, e ninguém faz nada. ?Se tem autorização da secretaria pra fazer isso, deveria haver uma compensação. Se não, a fiscalização é falha?, carcou.

O democrata fez um pedincho ao abobrão da Semam, André Ritzmann, pra que conte tintim por tintim quantas autorizações de corte de árvores e pra supressão de vegetação rolaram nos últimos dois meses. E também quer cópias dos papélis que comprovam as bizolhadas dos fiscais e os canetaços que já foram distribuídos pelaí.

Angioletti diz que ficou com a pulga atrás da orelha depois que percebeu que algumas galhudas bem antigas tinham sido cortadas, no bairro Pioneiros e no centro da Maravilha do Atlântico. ?Já temos tão pouco verde em Balneário Camboriú, não deveria ser permitido acabar com o que tem?, lasca.

Ele garante que os cortes rolam, em sua maioria, nos finais de semana. ?Chama a atenção fazerem a poda de uma árvore em pleno domingo, como já presenciei. Dá a entender que a pessoa que faz isso, conta com a fragilidade da fiscalização?, alfineta.

Vai fazer levantamento

O mandachuva da Seman, André Ritzmann, disse que ainda não recebeu o pedincho do vereador, mas já mandou os barnabés juntarem os papélis. ?Ele quer tudo o que foi feito nos últimos 60 dias e isso demanda um certo tempo?, afirma.

André jura de pés juntos que todas as denúncias que chegam à secretaria são bizolhadas, mas acha complicado manter a barnabezada de plantão o tempo todo porque quem trampa fora do horário tem direito a tirar uma folguinha. ?O plantão fica em alerta, mas não posso deixar o único carro que temos trabalhar à noite e no outro dia ficar sem?, afirma.

Questionado sobre a forma de compensação pra quem ganha um canetaço autorizando a cortar as galhosas, o secretário explicou que são geralmente cinco mudas pra cada árvore. ?Tudo depende muito do estrago?, soltou.

  •  

Deixe uma Resposta