• Postado por Tiago

PAGINA-10-ABRE-g---vereador-miguel-tata

Vereador ficou com a pulga atrás da orelha e quer explicações

O vereador João Miguel Tatá (PSDB) quer que o prefeito Edson Periquito (PMDB) explique tintim por tintim por que um carro da secretaria de inclusão social rodou pra cima e pra baixo transportando uma renca de gente no último domingo, quando rolaram as eleições do conselho tutelar. ?Meus informantes não conseguiram ver se o carro tava levando algo pra quem tava trabalhando nas eleições, ou se tava carregando alguém pra votar?, provoca o tucano.

O corre-corre teria rolado o dia todo. ?Tava na praia dos Amores, dali foi pra Univali e depois pro bairro das Nações, sempre com gente dentro?, dedura Tatá. Por via das dúvidas, os bizolhudos de plantão anotaram a placa do veículo, o número da caranga e o nome do barnabé que tava dirigindo, e passaram pro vereador.

Tatá ficou com a pulga atrás da orelha. ?Era domingo, esse carro deveria estar parado, e não rodando por aí. E o que mais chamou minha atenção é que parava justo nos pontos de votação?, comenta. Mesmo assim, não quer acusar a prefa de ter dado o arreguinho pro povão, pra arrecadar uns votinhos pros chegados. ?Não vou afirmar nada porque não vi. Por isso fiz o requerimento e quero uma explicação do prefeito?, lasca.

Não tem o que fazer

O abobrão da inclusão social, Luiz Maraschin, nega as acusações e acha que o vereador tucano tá procurando chifre em cabeça de cavalo. ?O Tatá é muito amigo meu, mas pelo jeito não tem o que fazer. Tanta coisa pra se preocupar e ele vai implicar com isso??, solta o secretário.

Maraschin explica que como eram três locais de votação, no bairro das Nações, no São Judas e na Univali, a secretaria deixou três carangas à disposição do pessoal do conselho municipal dos direitos da pirralhada (CDMCA). ?Os carros ajudaram na fiscalização, e na entrega do lanche pro pessoal que tava trabalhando e não podia sair das salas. Às 17h30, quando acabou a votação, os mesários e as urnas foram levados nos carros da secretaria pra Univali, onde aconteceu a apuração?, sisplica.

  •  

Deixe uma Resposta