• Postado por Tiago

PAGINA-9-ABRE-g---argenton

Argenton: ?Eu senti um tom de ameaça?

O vereador Evandro Argenton (PSDB) afirmou ontem que anda sendo intimidado dentro da casa do povo dengo-dengo, depois que começou a pegar no pé da empresa de Navegação Santa Catarina, que toca a balsa e os ferri-botes que fazem a travessia do Itajaí-açu.

A ameaça teria vindo do presidente da câmara, Alcides Reis Pêra, o Cidinho (PMDB), minutos antes da votação de um requerimento pra que o chefão da Capitania dos Portos no estado venha à casa do povo explicar alguns perrengues a respeito do ferri-bote. ?Ele disse que a empresa [do ferri-bote] não vai ficar calada e vai apresentar uma representação contra mim. Eu senti um tom de ameaça e tive como uma intimidação?, disse o vereador.

Argenton disse que o papo com Cidinho rolou nos bastidores da câmara e que barnabés e assessores da da casa do povo presenciaram o falatório. ?Quando ele disse aquilo, eu até pensei em retirar o requerimento?, lembra o tucano. ?O interesse é me fazer calar a boca, mas eu vou continuar apresentando meus requerimentos e fazendo o meu trabalho?, completou. O vereador Cidinho negou que tenha feito esse tipo de comentário na casa do povo. ?A pessoa que fez esse comentário é mentirosa. Não houve nada disso?, disse.

O requerimento da discórdia

Os vereadores de Navega aprovaram na última sessão o requerimento elaborado por Argenton, que convida o chefão da Capitania dos Portos do estado, capitão Marcelo Santiago Garcia, pra dar um plá na câmara sobre o ferri-bote. Os vereadores Fredolino Alfredo Bento (PMDB) e Marcos Paulo (PT) votaram contra, mas o documento foi aprovado com o voto de seis parlamentares. O convite foi enviado ontem à capitania, em Floripa, e tem 15 dias pra receber resposta.

Os edis vão quer explicações do capitão sobre alguns acidentes que ocorreram envolvendo o ferri-bote neste ano. Também irão perguntar se o número de coletes salva-vidas é suficiente e se a grande massa de pessoas no horário de pico não é superlotação.

  •  

Deixe uma Resposta