• Postado por Tiago

INTERNA-10-ABRE-g---orlando-angioletti

Angioletti: ?não podemos beneficiar quem não pagou porque não quis?

O vereador Orlando Angioletti (DEM) quer botar freio num projeto do prefeito Edson Periquito (PMDB) que dá até 90% de desconto pra quem tem dívidas com a prefa de Balneário Camboriú. Pro edil, a proposta do homem-pássaro, do jeito que tá, vai dar possibilidade pros endinheirados que devem uma grana alta em impostos se safarem de pagar a conta. ?É importante tentar resgatar essas dívidas, mas não podemos beneficiar quem não pagou porque não quis?, lasca.

O tal projeto, que tá tramitando na casa do povo da Maravilha do Atlântico, faz parte do programa de Recuperação Fiscal (Refis) da city, que quer tentar reaver uma bolada que o município tem pra receber em dívidas do pessoal que deixou de pagar seus impostos. A ideia é estimular os caloteiros a quitarem deus débitos através de um baita descontão.

Quem quiser pagar à vista vai ter um abatimento de encher os zóios, de 90%. O valor do desconto vai diminuindo conforme aumenta o número de parcelas. Pra quem pagar em 12 vezes, pula pra 60%, em 24 vezes, 50%, e assim por diante. Na tabela entregue pelo prefeito aos vereadores diz que a dívida pode ser paga em até 72 vezes, ou seis anos.

Angioletti diz que o grande problema da proposta é que não diferencia os endinheirados dos coitados que deixaram de pagar os impostos porque tavam sem grana. ?A maioria das pessoas deixa de pagar por necessidade. Mas o grande devedor é diferente. Acaba deixando de recolher impostos pra contar com uma oportunidade como essa?, diz.

O vereador vai propor uma emenda ao projeto pra que seja determinado um valor máximo de dívida pra ter direito ao descontão. ?Estou fazendo estudos com a ajuda de contadores pra saber qual é a média da dívida do trabalhador, do pequeno empresário, pra poder definir um teto. Deve ficar entre R$ 70 mil e R$ 80 mil?, comentou.

A emenda deverá ser colocada em votação junto com o projeto do Refis. ?Concordo com o projeto, mas o que não podemos é incentivar o mau pagador. Temos que diferenciar quem deve R$ 500 de quem deve R$ 2 ou 3 milhões?, carcou o vereador.

O procurador da prefa, Marcelo Freitas, confirmou que a ideia do governo é que o desconto valha pra todo mundo. ?Analisamos que beneficiaríamos todos, até porque a grande maioria dos devedores tem débitos pequenos?, comentou. Ele disse que são cerca de 25 mil endividados, e pra 95% deles a conta é de menos de cinco mil reales.

Mesmo assim, dotô Marcelo acredita que a proposta será bizolhada com cuidado. ?A emenda deverá ser discutida com a base governista e o secretário de Articulação governamental (Marcos Weisshaimer) pra que sejam analisados os prós e os contras?, avisou.

  •  

Deixe uma Resposta