• Postado por frandiarinho

Cabeças pensantes, oficinas de ideias. Com o ante projeto de lei que implementa a jornada escolar em tempo integral para o ensino fundamental em escolas municipais, o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM), inverte o velho ditado popular e abre um panorama voltado para a educação qualitativa em Itajaí. A proposição foi aprovada há alguns meses na Câmara e aguarda a resposta do Executivo.

A proposta quer, em oito anos, atingir a meta de 100% em participação das escolas municipais de ensino fundamental. O documento, que indica ao prefeito a implantação do sistema, ainda prevê a criação de uma comissão multidisciplinar para promover o acompanhamento das turmas.

A nova jornada assegura aos alunos de 1ª à 8ª série, além da formação prevista para a etapa escolar, o acompanhamento com aulas de reforço, o estímulo a atividades culturais e esportivas, noções de informática, aplicação de disciplinas de língua estrangeira, como inglês e espanhol, a convivência com colegas na prática da cidadania e a garantia de no mínimo três refeições ao dia de acordo com as necessidades nutricionais diárias.

Se implantado pelo Executivo o programa de jornada integral contará com 1520 anuais, distribuídas em 200 dias letivos, com a reserva de 80 horas por ano para cursos de aperfeiçoamento e capacitação de professores. Vale lembrar que o projeto é amparado pela Lei federal e já é aplicado nas cidades de Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Pato Branco (PR), entre outras.

  •  

Deixe uma Resposta