• Postado por Tiago

INTERNA-10-g---Roberto-Souza-Junior-divulgacão

Roberto: ?Acho que os vereadores de Itapema não deveriam ter voltado atrás?

O vereador Roberto Souza Junior (PMDB) quer que os bancos da Maravilha do Atlântico coloquem guardinhas pra cuidar da segurança do povão que precisa sacar dindim nos caixas eletrônicos. Uma proposta bem parecida foi aprovada em Itapema e chegou a ser caneteada pelo prefeito Sabino Bussanello (PT), mas a ideia foi por água abaixo depois que os poderosos da federação Brasileira de Bancos (Febraban) ameaçaram fechar todos os caixas eletrônicos da city depois das 17h se os vereadores insistissem na lei.

A proposta de Itapema foi feita pelo vereador Gilliard Reis (PMDB), coleguinha de partido de Roberto. Mas, quando tava prestes a ser colocada em prática, os mandachuvas da Febraban pintaram na city e avisaram que a ideia bate de frente com uma lei federal, que não permite que os seguranças circulem armados fora das agências.

Por conta disso, ameaçaram deixar todas as maquininhas cospe-dindim fechadas nos horários em que não tivesse mais funcionários dentro das agências. Com medo de deixar o povão sem ter onde sacar a grana, os vereadores botaram o rabinho entre as pernas e votaram pela anulação da lei.

Roberto admite que seu projeto foi inspirado no de Gilliard. ?Achei a proposta interessante. Depois do horário que a agência fecha, os clientes ficam à mercê de bandidos. Os bancos cobram e cobram muito. Nada mais justo que ofereçam mais segurança?, carca o vereador.

A proposta que corre na casa do povo do Balneário exige a presença dos seguranças nos caixas eletrônicos das agências bancárias. Mas os terminais que ficam em postos de gasolina e shoppings ficariam livres da lei. No projeto diz ainda que os bancos não podem aumentar as tarifas que cobram dos clientes por conta da novidade. A agência que não obedecer à nova regra poderá levar uma multa e até ter o alvará de funcionamento cancelado pela prefa.

A ideia já entrou na pauta da câmara na semana passada. O vereador Marcos Kurtz (PMDB) chegou a pedir vistas, mas voltou atrás a pedido do colega Roberto. Foi a vez, então, do vereador José Hannibal (PSDB) pedir mais tempo pra bizolhar a proposta.

Roberto diz que não tem medo de dar com os burros n?água, como rolou em Itapema. ?Acho que os vereadores de Itapema não deveriam ter voltado atrás?, lascou. Questionado sobre o que pretende fazer, caso a Febraban ameace deixar o povão de Balneário sem terminais eletrônicos depois das 17h, o vereador dá uma de machão e diz que vai pagar pra ver. ?Numa cidade que tem o número de clientes que tem Balneário, eles não vão ter interesse de deixar caixa eletrônico fechado. Vou manter meu posicionamento pra ver até onde dá?, soltou.

  •  

Deixe uma Resposta