• Postado por Tiago

Depois que o prefeito de Porto Belo Albert “Curru” Stadler (PTB) prestou esclarecimentos na câmara de vereadores com relação ao aterro realizado por peões e maquinário público em um terreno particular do secretário de obras do municíoio, sem que qualquer parlamentar o questionasse, o vereador petista Estevão Guerreiro [PT], o Maninho, tomou coragem. Ele garantiu ao DIARINHO que irá encaminhar denúncia ao ministério público pra não deixar que o rolo acabe em pizza.

Na segunda-feira, o prefeito deu a cara à tapa na casa do povo. Intimado pelos vereadores, explicou que só topou realizar o aterro no terreno do secretário Edemir Natálio, com máquinas da prefa, depois que os vereadores canetearam a autorização pra obra.

Depois de botar a bronca nas costas dos próprios vereadores, o prefeito simandou com a maior panca de que tinham resolvido a pendenga, já que nenhum parlamentar teve coragem de abrir o bico e questioná-lo.

Mesmo tendo ficado de bico calado durante a sessão em que Curru foi intimido a sisplicar, Maninho diz que vai continuar a cutucar a onça com vara curta e promete levar o rolo adiante. “Ele mesmo admitiu que está tudo bagunçado. Que caminhões vão lá de forma desordenada. Não se cede máquina, é um gasto público”, lascou.

O vereador quer fazer um levantamento de quanto a prefa pagou pra usar o terreno do secretário e quanto está sendo gasto do dinheiro do povão pra fazer a obra lá. Depois, diz que vai bater um papo com outros vereadores pra entrar com uma representação no MP contra Curru, por improbidade administrativa. “Eu quero levar isso pra frente. Se os outros vereadores não quiserem, eu vou continuar nem que seja com a associação do município ou sozinho”, garantiu, exibindo uma coragem que não teve na sessão de segunda-feira.

Quanto à aprovação da obra, Maninho tira o dele da reta. Afirma que no dia em que os vereadores autorizaram que a prefeitura fizesse a limpeza do terreno, estava afastado da câmara e sendo substituído por seu suplente. Também alega que não fez nenhum questionamento ao prefeito após a explicação na sessão de segunda-feira porque seu assunto era só com o secretário, que foi intimado mas não apareceu porque tava dodói.

Relembre a sacanagem

Na edição de dois de setembro, o DIARINHO denunciou que uma patrola, caminhões e peões da prefa aterraram o terreno do secretário de obras. No local já funcionou a balada El Fortin e a garibada teria rolado pra realização de um rodeio que, mesmo sendo particular, consta na programação oficial de aniversário do município.

Com a denúncia, os vereadores convocaram o secretário pra sisplicar na câmara, mas quem deu as caras por lá foi o prefeito. Pela justificativa dada por Curru, na segunda-feira, o aterro no terreno do secretário foi liberado pro município, já que o antigo imóvel onde rolava o rodeio tem perrengues com a dona justa e não pode ser usado.

  •  

Deixe uma Resposta