• Postado por Tiago

Os vereadores da terrinha do pirão votam hoje o aumento de 50% do imposto Predial Terriotorial Urbano (IPTU) na city. O projeto, que já entrou na pauta na quarta-feira da semana passada, em uma sessão especial pela manhã, mas foi retirado pelos vereadores da oposição. Eles alegam que precisa ser feito um estudo imobiliário para definir o valor do aumento. Já a turminha do prefeito diz que a grana arrecadada servirá para aumentar o salário dos servidores e para a compra de máquinas pra secretaria de Obras.

O aumento do IPTU já rendeu polêmica na Penha e agora tá dando o que falar na Barra Velha. A grande diferença é que, na terra do marisco, o prefeito Evandro dos Navegantes (PSDB) contratou uma empresa pra fazer um estudo imobiliário, que verificou que áreas nobres, por exemplo, pagavam menos impostos do que áreas menos valorizadas. Na terra do pirão, não foi feita pesquisa alguma e o prefeito quer aumentar em 50% todos os imóveis da city.

Mas, da mesma forma que na Penha, a votação do projeto na câmara de vereadores também rolaria na surdina, em uma sessão extraordinária durante a manhã, quando a participação do povão é quase nula. Segundo o vereador Fábio Roberto Brugnago (PP) foi na sessão da terça-feira passada que os vereadores foram convocados para a sessão no dia seguinte, que serviria apenas para votar o aumento do imposto. “Eu não concordo com esse tipo de procedimento. Este é um projeto que tem que ter a participação popular”, falou o homi que é ainda presidente da comissão de Finanças e Fiscalização.

O que diz o governo?

Segundo o líder da turminha do prefeito Samir, Douglas Elias Costa (PR), ele e os demais três vereadores da bancada governista vão votar a favor da medida, e ainda choramingar por dois votos da oposição para a proposta ser aprovada. “Desde 2001 que não tem reajuste da planta imobiliária na cidade. A arrecadação vai servir ainda para o reajuste salarial do governo. Hoje tem gente que trabalha em postos de saúde e ganha R$ 500. O número de professores nas escolas também deve aumentar”, falou Douglas.

O vereador explica que, no projeto da prefa, o IPTU poderá ser parcelado em 10 vezes, e quem pagar a vista terá 30% de desconto. Se a medida for aprovada, o aumento vale já para 2010.

  •  

Deixe uma Resposta