• Postado por Tiago

Os vereadores da terrinha do marisco terão 30 dias a mais para curtir a temporada de verão a partir do ano que vem. Um projeto da mesa diretora votado na manhã de segunda-feira em uma sessão extraordinária foi aprovado por todos os edis. A partir de agora, a turma da casa do povo tera 60 dias de recesso entre dezembro e fevereiro, e mais 15 dias no mês de julho.

A proposta do presidente da câmara, José Antônio Bastos (DEM), do vice Claudinei Ruduitte Pressi (PSDB) e do 1° secretário, Jefferson Ademir Custódio (PSDB), foi apresentada no início de dezembro. O trio da oposição, todos do PMDB, chiou e até votou contra na primeira votação do projeto, na semana passada. Mas, depois de um acordo no dia da sessão, a bancada resolveu votar favorável a ideia também.

Segundo o vereador Aquiles Schneider da Costa (PMDB), líder da oposição, mas que está licenciado da câmara por 30 dias, a aprovação do PMDB foi uma surpresa até pra ele. “Nós tínhamos combinado em votar contra. Até porque somos oposição. Já pedi uma reunião para a presidência do partido para ver o porquê dessa aprovação. Mas o pessoal está de férias, provavelmente só saberei em janeiro”, lamenta.

O presidente da casa do povo afirma que o aumento do recesso só passou a ser como era antigamente. “Não tem porque ter sessão em janeiro. O executivo só começa a enviar os projetos em fevereiro”, explica. Ele garante que, a partir do dia 4 de fevereiro, quando o funcionamento da câmara volta ao normal, os edis já vão estar trampando em seus gabinetes no atendimento ao público. “Só as sessões que começam no dia 15 de fevereiro”, explicou.

Entenda o rolo

Em 2005, o então vereador Nicélio Assi Veloso (PT) apresentou uma proposta para reduzir o recesso que era na época de 90 para 60 dias. A ideia inicial do petista era diminuir ainda para 45 dias, como nas demais câmaras da Santa & Bela, mas os edis da época bateram o pé e só aprovaram 60 dias.

Até então, os vereadores tinham férias de 15 de dezembro a 15 de janeiro, quando já iniciavam os encontros legislativos. Agora, as férias se estenderam até 15 de fevereiro. No entanto, em julho, o recesso que era de 30 dias diminui para 15.

  •  

Deixe uma Resposta