• Postado por Tiago

Inconformados com o modo com que a prefa de Balneário Camboriú tá conduzindo a questão do Hospital Público, que não abre de jeito maneira, os vereadores de oposição fizeram beicinho ontem durante a sessão da câmara.

Sem número pra iniciar a sessão, o presidente da casa, vereador Moacir Schmidt suspendeu os trabalhos.  Na pauta do dia havia seis projetos de lei, cinco de autoria do executivo, cinco requerimentos e 17 indicações.

A pauta da sessão desta terça-feira foi transferida para próximo encontro, na quinta-feira. Os líderes de bancada da oposição garantiram que vão continuar com a greve até que o prefeito Periquito envie pra Câmara uma alternativa viável de abertura do hospital.

  •  

Deixe uma Resposta