• Postado por Tiago

A Câmara de Vereadores de Camboriú bateu um recorde de emendas. Um projeto que autoriza a abertura de condomínios fechados na zona rural da capital da pedra ganhou nada menos que 39 pitacos dos edis. Ao todo, 10 foram rejeitados. Mesmo assim, a lei foi encaminhada pra ganhar um canetaço da prefeita loirosa Luzia Coppi Mathias (PSDB) mais picotada que uma colcha de retalhos.

O projeto foi encaminhado à casa do povo pela prefa e regulamenta a abertura de áreas residenciais no interiorzão da terra do mármore. A proposta foi aprovada em segunda votação, depois dos vereadores terem dado palpites em tudo o que podiam. “É o meu terceiro mandato na câmara e pelo que meus olhos já viram e meus ouvidos já escutaram, nunca teve um projeto com tantas emendas”, disse o presidente da casa, vereador tucano Alcione Teixeira, o Curru (PSDB).

Entre as mudanças que provocaram falatório na turminha de edis tá o recuo frontal das baias que serão construídas. A ideia inicial era de seis metros. Passou pra 10 metros e acabou aprovada a de oito metros. “É que cada metro de recuo dá direito a mais um metro de muro”, explicou Curru.

Os palpiteiros também resolveram exigir dos donos dos loteamentos que façam pavimentação permeável, pra não acumular água da chuva. E querem que os empresários caprichem no esgoto pra não comprometer o lençol freático da região.

A prefeita Luzia ficou surpresa com a quantidade de emendas. “Mexeram bastante. Mas a maior parte das alterações foi discutida com o executivo e concordei com os vereadores”, disse. A loiríssima já avisou que vai passar a caneta na lei e não deve vetar as alterações. “O projeto tá em cima da minha mesa e eu vou sancionar”, prometeu.

  •  

Deixe uma Resposta