• Postado por Tiago

Por pouco o pintor Fernando José Gutoviski, 27 anos, o Verruga, não vira estatística. O cara tomou dois tirombaços na noite de segunda-feira, quando passava pela rua Monte Pirineus, no bairro Monte Alegre, em Camboriú. Pelo jeito, o traste deve ter o corpo fechado já que, nas contas da polícia, há seis meses levou uns pipocos no mesmo bairro.

Pelas 21h30, um sujeito passou a bordo de uma caranga e mandou dois tirombaços no Verruga. As azeitonadas acertaram o braço direito e a perna do pintor que caiu sangrando. Ele foi socorrido pelo pai, que o levou pro hospital Santa Inês, em Balneário Camboriú, onde permanece internado.

A polícia militar foi chamada, fez rondas, mas não encontrou nenhum suspeito. O povão que mora por aquelas bandas disse que não viu nada de estranho.

O caso foi repassado pra polícia civil de Camboriú. O delegado Fábio Moreira Osório abriu inquérito e já tem um suspeito, mas preferiu não contar nada pra não melar as investigações. “Ninguém toma tiro de graça. Acredito que tenha sido um acerto de contas”, disse o dotô, que acha que Verruga tá metido com a bandidagem.

No primeiro dia de novembro do ano passado ele foi baleado no mesmo bairro. Um tal de Leandro Brezolin Cordeiro chegou a ser preso acusado pelo crime, mas foi solto em março por falta de provas.

  •  

Deixe uma Resposta