• Postado por Tiago

 ABRE-8---Empresário-Francisco-Graciola,-vice-governador-Leonel-Pavan-e-empresário-Osmar-Numes-Filho

Pavan diz que Periquito o chamou de ditador e rato de esgoto

Uma briga de aves bicudas tá pegando fogo em Balneário Camboriú. O vice-governador da Santa & Bela, Leonel Arcângelo Pavan (PSDB), colocou na justiça o prefeito da Maravilha do Atlântico Sul, Edson Periquito (PMDB). Pavan acusa Periquito de injúria e difamação. A treta rola porque o vice-governador ficou ofendido com declarações do prefeito durante uma entrevista a uma emissora de rádio da city. A treta vai sobrar até pro radialista que tava no meio do bafafá.

A história estourou neste fim de semana em Balneário e foi confirmada ontem pela assessoria de imprensa do vice-governador, que tá na Espanha. Pavan procurou a justa depois que o prefeito-ave o chamou de rato de esgoto e ditador, durante uma entrevista a rádio e TV Menina.

O rolo teria acontecido em 15 de maio quando foi discutida, no programa, a troca de comando da polícia militar de Balneário. Periquito e o radialista, Carlos Eduardo Mendonça Neves, o Bolinha, teriam dito que a mudança no comando era uma determinação do vice-governador.

Com os xingamentos, Pavan gravou o programa e entrou com uma ação penal contra os dois. O processo tá no site do Tribunal de Justiça desde 14 de agosto. Como o crime prevê uma transação penal, audiências de conciliação foram marcadas pra discutir o caso pra quem sabe se chegar num acordo.

A audiência conciliatória de Bolinha deveria ter rolado no dia 10 de setembro, mas como as partes não deram as caras no fórum, ou porque estavam viajando ou porque não foram intimadas, uma nova data ficou marcada pro fim de setembro. Bolinha ficará cara a cara com o vice-governador no dia 24 de setembro. Já a data da audiência entre tucanos e periquitos não foi informada.

Se não rolar um acordo, radialista e prefeito responderão por crime de injúria e difamação. O crime de difamação prevê pena de três a um ano de detenção, ou pagamento de multa. Já quem cometer injúria pode ficar de um a seis meses detido, ou também desembolsar uma grana em multas.

Sem contato

A reportagem do DIARINHO não conseguiu contato com o prefeito Edson Periquito, que tava com o celular desligado na tarde de ontem. Como era domingo, também não foi possível conversar com o Bolinha na rádio Menina. O celular do radialista também tava desligado.

  •  

Uma Resposta to “Vice-governdor mete prefeito de Balneário na justa por injúria e difamação”

  1. belquiz Diz:

    Bom dia, em relação ao Prefeito Edson Renato, a Competência para processá-lo e julgá-lo é do TJSC, por isso é la que está em andamento a queiza-crime em relação ao mesmo, conforme ficha espelo do site do TJ:

    Dados do Processo
    Processo 2009.045769-1 Queixa-Crime
    Distribuição DESEMBARGADOR TULIO PINHEIRO (Cooperador), por Sorteio em 21/08/2009 às 15:20
    Órgão Julgador SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL
    Origem Balneário Camboriú
    Objeto da Ação Queixa crime em razão de difamação e injúria ocorrido em programa de televisão levado ao ar em 15/05/09. arts. 139 e 140 do CP
    Número de folhas 0
    Última Movimentação 09/09/2009 às 16:01 – No Setor de Citação / Cartório
    no armario 94
    Última Carga Origem: Des. Tulio Pinheiro Remessa: 02/09/2009
    Destino: DJ – Seção de Tramitação de Processos (Divisão Processual) Recebimento: 02/09/2009
    Partes do Processo (Principais)
    Participação Partes ou Representantes
    Querelante Leonel Arcangelo Pavan
    Advogado: Fabiano Batista da Silva (11882/SC)
    Querelado Edson Renato Dias
    :
    Movimentações (Últimas 5 movimentações)
    Data Movimento
    09/09/2009 às 16:01 No Setor de Citação / Cartório
    no armario 94
    09/09/2009 às 16:01 Expedido Carta de Ordem
    08/09/2009 às 15:00 No Setor de Citação / Cartório
    estante 01, extraído.
    08/09/2009 às 14:59 Extraida Carta de Ordem
    Notificando Edson Renato Dias, Comarca de Balneário Camboriú.
    08/09/2009 às 12:06 Volta Seção Xerox
    estante 02
    Incidentes e Recursos
    Não há Incidentes e Recursos vinculados a este processo.
    Documentos Publicados

Deixe uma Resposta