• Postado por Tiago

Malandragem faz gato e sapato da antiga sede social dos servidores públicos

Mesas de sinucas jogadas às traças, tacos quebrados e espelhados pelo chão, vidros estilhaçados e portão surrupiado. O soldador Marcos Lopez Vieira, 38 anos, tá cocudo com o jeito que a prefeitura trata a antiga sede da Associação de Servidores Públicos Municipais de Navegantes (ASPMN), que fica na rua José Manoel da Costa, centro da cidade. O local está sob a responsabilidade da prefa, que não disponiziliza vigia para protegê-lo dos vândalos.

Marcos é vizinho da sede, que desde fevereiro tá interditada. Conta que, no começo, os intrusos eram apenas rapazes que invadiam o campinho dos fundos da associação pra bater uma bolinha. De uns dois meses pra cá, um grupo de vândalos começou a invadir e destruir o local. Marcos tá dicara com a falta de respeito da prefa com o patrimônio.

?É dinheiro meu também, tem que ser bem cuidado?, comenta o leitor sobre o estado da antiga sede da associação dos servidores que, até o ano passava, tava funcionando como um centro educacional. O vandalismo começou quando a escolinha parou de funcionar.

O leitor diz que chegou a falar com o marido da presidente da ASPMN, que teria lhe dito que era dever da prefeitura vigiar o lugar abandonado. Marcos lembra que há uma semana até viu um vigia no local. Mas foi apenas por um dia. Depois, o vigia nunca mais deu as caras por lá.

Antro de prostituição e tráfico

Nadia Braz Bens, presidente da ASPMN, confirma as denúncias do leitor Marcos. E diz mais: ?Ali tem vandalismo, prostituição e tráfico de drogas. Me corta o coração ver aquilo ali desse jeito?.

Nadia explica que a ASPMN tá pra fazer um acordo com a prefa. A intenção é trocar a sede da rua José Manoel da Costa, que já está cedida à prefeitura, pelo Camping Clube da Meia Praia. A proposta vai ser debatida pelos servidores municipais numa Assembléia geral no dia 27 deste mês. Enquanto não se decidem, a responsabilidade de fiscalização da sede fica com a prefa, afirma Nádia. Se os servidores aceitaram o acordo com a prefeitura, a antiga sede da ASPMN vai ser reformada e transformada numa escola técnica.

Atualmente, o escritório da ASPMN funciona no centro da cidade. Nádia informa que a antiga sede da entidade foi interditada desde que deixou de ser um centro educacional da prefeitura.

A presidente da associação diz que já conversou com o superintendente da Navetran, que também é responsável pelos vigias da prefeitura, Joab Bezerra Duarte. Depois do plá, um vigia apareceu, mas ficou somente cinco dias.

Na semana passada, depois que o vigia sumiu de vez, Nadia decidiu conversar com o secretário de administração, Juliano de Maria, pra que olhasse com carinho o lugar. Mas o trelelê com o secretário também não funcionou.

Vai ter big bróder

Joab Bezerra Duarte, chefão da Navetran, confirmou que um vigia foi escalado para cuidar da antiga sede da ASPMN mas que já abandonou o local. Joab explica que os guardinhas fazem um tipo de rodízio entre os patrimônios da prefa. ?O número de vigias não é suficiente?, justifica. O chefão da Navetran revela que a antiga sede da ASPMN deve ganhar vigilância eletrônica, com direito a câmera de segurança, daqui a uns 15 dias.

  •  

Deixe uma Resposta