• Postado por Tiago

v---joanna

Em entrevista exclusiva ao DIARINHO, a cantora Joanna falou sobre carreira, casamento, internet, pirataria e intrigas no mundo da música

Maria de Fátima, popularmente conhecida como Joanna, acredita fielmente em três pilares para uma carreira de sucesso: talento, luz pessoal e uma pitada de sorte. Para ela, existem pessoas que cantam maravilhosamente bem e não emcionam, como aquelas que cantam razoavelmente e te fazem chorar. ?Você pode ficar por algum tempo, mas não por todo tempo?, diz Joanna.

Ela conta que o pseudônimo surgiu em 1979, com Arthur Laranjeiras e Durval Ferreira, por acharem que já tinham muitas cantoras com nomes parecidos. ?Umas oito ou nove Fátimas?, ressalta. ?Estavam entre Mariana, Juliana e Joana, mas acharam que eu tinha mais cara de Joana?, completa. No fim, nenhuma das Fátimas vingou. A cantora ainda leva um apelido da família, ?Nina?, pouco conhecido pelas pessoas, devido ao fato de ter nascido apenas com 1,6 quilo.

Origem

A cantora garante que sempre ouviu de tudo. De Chico Buarque a Beatles, passando por Lupicínio, Erasmo e Roberto Carlos, Jorge Ben e Rita Lee. Autodidata em violão, Joanna já passou por quase todos os instrumentos de corda. Agora, ela se dedica ao piano. ?Comecei compondo mais, e atualmente estou compondo menos?, revela.

Começou a carreira nos famosos festivais alternativos do Rio de Janeiro. ?Era uma coisa tipo um Macaranãzinho cheio?, lembra. Joanna afirma que os músicos tinham mais espaço e as pessoas assistiam mais. Foi quando conheceu Durval Ferreira, em 1978. Ele levou uma de suas primeiras composições ?Como Se Fosse? à Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, que logo gravou, sem nem mesmo Joanna saber. Foi aí que seu nome começou a aparecer.

O que poucos sabem é que, paralelamente, Joanna se formou em administração de empresas, e já trampou em diversas firmas pra garantir o dindim.

Casamento

?Não consigo ficar muito tempo solta, gosto dessa coisa do aconchego, de ficar junto?, diz. A cantora conta que apesar de nunca ter sido casada, já viveu vários amores. ?O casamento é uma coisa muito sonhada, mas não vejo diferença entre estar junto e estar casado, são apenas papéis?, acredita. Joanna garante que nunca teve aquela neura de acabar sozinha, pois acha que a solidão é necessária, para curtir o seu espaço interior. Ela ainda acredita que é necessário viver uma relação de cada vez, pra não correr o risco de não viver nenhuma.

Internet, pirataria e orkut

Sobre a internet e a pirataria, a cantora aponta a vendagem como a maior prejudicada, sem falar na sua imagem, que passa a ser mais exposta. Quando questionada sobre o orkut, ela disse: ?é uma faca de dois gumes?. Segundo Joanna, ela foi uma das poucas cantoras antigas a abrir um perfil público no orkut, em 2008. Contudo, devido às situações constrangedoras, discussões, brigas e baixarias, ela acabou encerrando a conta este ano. ?Fiz para divulgar o trabalho e acabou no maior bafão?, lamenta. Já a pirataria é difícil de conter. ?Lanço um disco hoje, amanhã já tá na net?, conta.

Jogo rápido, Joanna!

DIARINHO: Maria de Fátima Gomes Nogueira?

Joanna: Serena!

D: Joanna?

J: Da paz!

D: Vida?

J: 52 primaveiras bem vividas!

D: Lugar?

J: Rio (de Janeiro)

D: Situação civil?

J: Sempre bem acompanhada.

D: Filhos?

J: Tenho muitos afilhados.

D: Divas da MPB?

J: Um rótulo positivo.

D: Sua melhor música?

J: ?Amor Alheio?. Uma grande poesia.

D: E a pior?

J: ?Dizer Não?. Peguei até birra!

D: Cenário musical atual?

J: Muita gente boa solta, e um mercado discográfico estraçalhado.

  •  

Deixe uma Resposta