• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-23---s---figueirense---volante-jeovanio-foto-rubens-flores-26nov09-(1)

Jeovânio tá cabreiro por ter jogado pouco

O retorno do volante Jeovânio ao Figueirense foi cercado de expectativas. Mas o jogador teve poucas chances nessa nova passagem pelo clube do Estreito e, quando entrou em campo, atuou na zaga. Chegou a dizer que tava a fim até de jogar pelo Figueira B. Pra lá de triste com a permanência do time na Segundona, ele acredita que ficou devendo à torcida, mas garante que fez tudo o que podia pra ser titular. Jeovânio também não poupou o técnico Márcio Araújo.

?Ainda não sei sobre meu futuro no Figueirense. A minha vontade é ficar para que eu possa fazer aquilo que eu não fiz. Estou devendo para as pessoas que contavam comigo. Esse sentimento eu vou levar comigo. Essa é uma grande tristeza?, diz.

Doido pra arranjar uma polêmica, Jeovânio acha que não perdeu espaço apenas por questões técnicas. ?Aconteceu alguma coisa depois daquele jogo da Portuguesa que não foi falado para mim. A minha história no Figueirense não foi respeitada. Se ele (técnico Márcio Araújo) disse que me deixava fora pra respeitar minha história, mas eu preferia que fosse dito pra eu procurar outro caminho. Eu não ficaria me iludindo. Procurei fazer meu máximo, joguei numa posição que não era minha, pelo Figueirense. Algumas coisas faladas não aconteceram. Não vou culpar ninguém, mas acho que o técnico teve os motivos dele?, lasca o boleiro.

Jeovânio também tá aborrecido pelo time não ter conseguido o acesso. ?Eu fiquei triste porque eu sou Figueirense. E como não joguei, me sinto em dívida. Se for para eu ficar hoje, assino um papel em branco?, garante.

Despedida

O Figueira faz hoje à noite sua última partida pela Segundona. Joga contra o São Caetano, às 21h, no estádio Anacleto Campanela. Alguns boleiros vinculados a outros clubes e atletas que podem estar sendo negociados ou prestes a tomarem um pé-na-bunda não acompanharam a delegação.

  •  

Deixe uma Resposta