• Postado por Tiago

Campeão até pode sair nesta etapa, mas competição tá muito embolada

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---surfe-em-noronha---catarinense-MarcoPolo---foto-DanielSmorigo

A reta final do circuito catarinense de surfe profissional chegou e o campeão da temporada tá perto de sair. Neste findi, na Guarda do Embaú, na Palhoça, grande Florianópolis, rola a quarta e penúltima etapa do campeonato, o Oakley Santa Catarina Surf Pro, onde pelo menos cinco surfistas podem faturar o título deste ano. Hoje, as primeiras baterias começam às 8h.

Após três etapas, a liderança continua com Tânio Barreto, o alagoano radicado em Floripa, campeão brasileiro em 2001. O barriga-verde de coração tem 3790 pontos e, caso vença esta etapa, pode levantar o troféu neste findi. Mas pra isso ele precisa torcer contra os brous que vêm na cola. O mais próximo é o nanico da Barra Velha, Thomas Hermes, 140 pontos atrás. Na sequência, Beto Mariano, Raphael Becker e Gui Ferreira, todos da capital, completam o top-5, também com chance de título. Todos entram direto na segunda fase. Como a diferença entre os líderes é pequena, o campeão deve ser conhecido mesmo na última etapa, que rola em Imbituba, nos dias 12 e 13 de dezembro.

Das passarelas às ondas

Da região de Itajaí, os jovens também vão cair na Guarda, como Matheus Navarro, de Balneário Camboriú, Jonatan Busetti, de Itajaí, e Alex Lima, de Navegantes. Até o veterano Peterson Rosa, do Paraná, com vários anos de circuito profissional mundial, vai dar o ar da graça. Uma das principais atrações, no entanto, será um surfista de ?mentira?, o modelo Paulo Zulu, local da Guarda do Embaú, que tá na sétima bateria da primeira fase.

Além de buscar o título da temporada, os brous vão pra Guarda brigando por uma premiação de 15 mil reales, 1500 pontos no ranking estadual e 250 pontos pra divisão de acesso brazuca. O título catarinense geral dá uma vaga no circuito brasileiro profi de 2010, o SuperSurf, e também um convite pra disputar a etapa catarinense da ASP World Tour 2010, a elite do surfe mundial, em Imbituba, em abril.

Marco Polo avança pras quartas do WQS

O manezinho Marco Polo tá mandando muito bem na Zoropa. Ontem, na etapa do WQS das Ilhas Canárias, na Espanha, o surfista catarinense bateu o gaúcho Rodrigo Dornelles na quarta fase, por 13,50 a 12,33 pontos, e se garantiu nas quartas-de-final. Por falta de ondas ontem, o evento, que é móvel, rolou na praia de El Muelle, na cidade de Famara.

Hoje, Marco terá pela frente o norte-americano Patrick Gudauskas. As quartas-de-final começam às 13h30 (de Brasília) e o manezinho cai na terceira bateria do dia. Outros dois brazucas também seguem na etapa espanhola, que define o campeão já neste sábado: o carioca Leonardo Neves e o pernambucano Bernardo Pigmeu.

Nos Isteitis, os catarinenses Neco Padarataz e Jean da Silva finalmente estrearam na etapa da Califórnia do WQS e avançaram. Eles tão na terceira fase, que começa neste sabadão.

  •  

Deixe uma Resposta