• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---final-circuito-catarinense-de-surfe-profissional---foto-felipe-VT

Depois de dois dias sem ondas, a etapa de nível seis estrelas do WQS das Ilhas Canárias, na Espanha, começou ontem com as disputas de 10 baterias da primeira fase, com quatro brasileiros na água, entre eles o catarinense Willian Cardoso, de Balneário Camboriú. Na expectativa de fazer uma boa etapa e aumentar as chances de conseguir uma das 15 vagas pro ASP Word Tour 2010, antigo WCT, Willian acabou eliminado logo de cara.

Na nona bateria do dia, o surfista de Balneário marcou 10,24 pontos, ficando à frente apenas de Maxime Huscenot, das Ilhas Reunião, que fez oito. O local Juan Cuello, que marcou 14,34 pontos, foi o primeiro da bateria, seguido por Abdel El Harim (12,67 pontos), do Marrocos, país de pouca ou nenhuma tradição no surfe.

Com a eliminação, o catarinense perdeu a chance de ir bem e trocar um resultado ruim de etapas anteriores. Willian vai ter que surfar como nunca surfou nas duas etapas finais, que rolam no Havaí, ainda neste mês, pra transformar em realidade o sonho de garantir uma vaga na elite do surfe mundial no ano que vem. Ele precisa somar três mil pontos em duas etapas e torcer por tropeços de rivais diretos no ranking. O mau resultado deve fazer o catarinense perder algumas posições.

Agora, a única esperança catarinense na Espanha é Marco Polo, que saiu da última etapa do SuperSurf voando pra disputar a tempo a etapa do WQS. O catarinense entra em ação hoje, na 15ª bateria da primeira fase, a quinta do dia. Ontem, o grande destaque do dia foi o carioca Leonardo Neves, que tirou as maiores notas, 7,73 e 8,10, na vitória sobre o português Ruben Gonzalez, o sueco Freddie Meadows e o local Javier Ascanio. O brazuca ainda teve a moral de poder descartar uma onda de 7,67.

Quem também mandou bem foram Raoni Monteiro e Heitor Alves, que passaram de fase. Hoje, mais sete brasileiros entram na água pra disputar outras 14 baterias da primeira fase que ficaram pendentes.

  •  

Deixe uma Resposta