• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---willian-cardoso---foto-divulgação

Willian quer detonar nas Ilhas Canárias pra se garantir entre os melhores

A viagem da vida. É isto que Willian Cardoso, surfista de Balneário Camboriú, vai pensar quando entrar no avião pra embarcar rumo à Espanha, nessa sexta-feira. Atualmente na 15ª posição do ranking do WQS, a divisão de acesso à elite do surfe mundial, o carinha da Maravilha do Atlântico largou mão de tentar o título do SuperSurf, principal competição brazuca profissional, pra se dedicar às três últimas etapas do WQS, que podem garantir o catarinense no WCT de 2010, junto com todas as feras do surfe mundial, como Kelly Slater, Mineirinho e Cia.

Mesmo em quinto no ranking do SuperSurf, e com chance de faturar o título se disputasse a última etapa, que começa nessa quinta-feira, no Rio de Janeiro, Willian fez a escolha certa. ?Preferi correr o WQS pra tentar a vaga no WCT. Foi legal ficar em Balneário treinando e agora é continuar?, diz Willian, que disputa a etapa das Ilhas Canárias, a partir de domingo.

Com 11151 pontos, Willian sabe que vencer as etapas é difícil, mesmo já tendo vencido duas, em Portugal e na Espanha, por isso pretende outra coisa. ?Preciso trocar resultados (piores por melhores lugares), se não as coisas não vão andar?, fala o catarinense, que do dia 12 de novembro a 6 de dezembro corre duas etapas no Havaí. Willian diz precisar de três mil pontos nessas três etapas pra garantir a vaga no WCT.

SuperSurf com cara de Brasileirão

O SuperSurf chega à última etapa, no Rio de Janeiro, de quinta-feira até domingo, parecendo o Brasileirão, com vários candidatos ao título faltando pouco pro final. Entre os brous, a disputa é acirrada, com nada menos do que nove surfistas brigando pela taça no masculino e 12 no feminino. Com tanta gente, não poderiam faltar catarinenses. No Rio, o representante do estado com mais chances é Tânio Barreto, alagoano radicado em Florianópolis. Outro catarinense que estará no Rio é Marco Polo, mas que tá fora da briga pelo título. No feminino, três minas vão atrás da taça, Julian Quint e Marina Werneck, de Floripa, e Gabriela Leite, de Balneário da Barra do Sul.

Circuito Tookas agita São Chico

A Prainha, em São Francisco do Sul, voltará a ficar movimentada nesse fim de semana. Sábado, dia 31, a partir das 8h, e domingo, 1º de novembro, às 14h, rola a segunda etapa do circuito Tookas de surfe amador, na praia da city do litoral norte do estado. Mais do que os títulos da competição, outro grande prêmio está em jogo. Os campeões na categoria open e interna vão ganhar passagem pro Peru, país que tem altas ondas.

O circuito Tookas tem os melhores amadores do estado e é disputado nas categorias open, master acima de 35 anos, freesurf, júnior até 18 anos, interna, feminino, infantil até 12 anos e iniciantes até 14 anos.

  •  

Deixe uma Resposta