• Postado por Tiago

Terminou sábado à noite a 9ª edição do Congresso Mundial de Viagem e Turismo (WTTC), que tava rolando no Costão do Santinho, em Floripa, desde quinta-feira. Cerca de 1,3 mil pessoas de 59 países participaram do evento, e 110 jornalistas chegaram de várias partes do mundo pra acompanhar as discussões sobre os rumos da indústria do turismo no mundo todo.

Um dos principais temas debatidos foi a gripe suína e como esse tipo de pandemia pode afetar o setor de viagens. Acontece que o grande objetivo de trazer o congresso pra cá ia além das discussões. O governo queria mesmo era que o evento funcionasse como uma vitrine para Santa Catarina.

O governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) disse que, como balanço final do megaevento, as pessoas que vieram pra cá ficaram extasiadas com a beleza e o potencial do estado. E esses convidados eram só gente cheia da nota: megaempresários, presidentes das grandes redes hoteleiras, de companhias de aviação internacional, de empresas de cartões de crédito.

No sábado, um grupo de espanhóis aproveitou pra sobrevoar de helicóptero a região de Governador Celso Ramos. As praias daquela região eram até pouco tempo desconhecidas dos turistas. O que rolava lá mesmo era só a pesca de tanhota de baleeira. Depois do passeio, o presidente da multinacional, John Kennedy, anunciou que pretende construir um hotelão naquelas áreas, e pra isso investir R$ 2,5 bilhões! As obras começariam já em janeiro do ano que vem.

Cumpriu o objetivo

Foi pra atrair essa dinheirama que o evento rolou aqui. Nos anos anteriores, o WTTC foi realizado em Dubai, aquela monstruosa cidade no meio do deserto, nos Emirados Árabes; Portugal e nos EUA.

Como o governo tá apostando que o turismo vai crescer quase 12% até 2019, tirou R$ 10 milhões dos cofres públicos pra organizar a festa. Foram R$ 2,5 milhões da Embratur, R$ 5 milhões do governo do estado e mais de R$ 2 milhões do Fundo de Turismo e Cultura do estado e da prefa mané.

Com essa grana toda, os convidados do congresso tiveram direito a todas as mordomias. Na sexta-feira, 1,3 mil pessoas foram convidadas para um jantar no Costão do Santinho. O rango teve como tema “Amazônia”. O salão foi decorado com palmeiras e folhas secas no chão. No cardápio tinha barreado, picanha na brasa, pernil, caldo de piranha e ensopado de bode. Pra sobremesa, tinha cocada, quebra-queixo, goiabada cascão com queijo branco, doce de leite, sagu, ambrosia e 45 tipos de frutas. No final, champanhe fina rolou solta e ainda um showzaço do ex-ministro da Cultura Gilberto Gil.

  •  

Deixe uma Resposta