• Postado por Tiago

12_abbre-esquerda_ze-brodinho-coloca-mao-luva-no-coelho-da-pascoa---Foto-FelipeVT-03-(1)

Zé meteu as luvas no coelho pra tapar oss pregos perigosos

Quase 30 dias já se passaram e a situação ainda é a mesma. O coelhinho cinquentão, que virou patrimônio cultural de Itajaí, tá o perigo pra criançada que curte o parquinho na praça da igreja Matriz. As patas da estátua foram arrancadas e no toco delas sobraram pregos imensos, que estão à mostra.

O repórter especial Zé Brodinho já esteve no local por duas vezes, chamado por frequentadores da praça. A promessa de uma vistoria no coelhinho até foi feita pelo superintendente da fundação Genésio Miranda Lins, Darlan Pereira Cordeiro. Mas ficou mesmo só na promessa.

Já que a prefa tá se amarrando e não querendo ver nenhuma desgraceira acontecer com a criançada, o Zé resolveu agir. Ontem à tarde, o repórter especial do DIARINHO comprou um par de luvas, encheu com espuma e meteu nas duas patas do coelhinho. A vontade de Zé Brodinho era meter o martelo nos pregos, que mais parecem duas garras. Mas pra ninguém chamá-lo de vândalo, ficou só nas luvas mesmo.

Por um triz

A leitora Lilian Lucindo, que denunciou as garras do coelhinho pro DIARINHO pela primeira vez, na segunda-feira mandou um e-mail alertando que o problema continua. Os pregos enfiados nas patas do coelhinho são gigantes. Num descuido, a criança pode meter os zóio nas garras.

Lilian tem uma filha pequena e contou que no domingo, durante a festança dos flamenguistas, um monte de criancinhas brincava na praça da Matriz, coladinhas no coelho. Por isso, ficou revoltada ao ver a situação do mesmo jeito. ?Acho que qualquer pessoa poderia tirar os pregos dali. Mas como há uma câmera de segurança filmando tudo, o ato poderia ser considerado vandalismo?, disse, com medo de ser mal interpretada caso tentasse resolver a situação por conta própria.

Nada feito

Darlan Pereira Cordeiro, superintendente da fundação Genésio Miranda Lins, disse no dia 13 de novembro que o coelhinho é vítima frequente de vândalos e por isso tá sem as patas. Na época, o bagrão explicou que a reforma imediata da estátua não é possível porque a prefa tá sem um restaurador no quadro de funcionários. Mesmo assim, prometeu dar um jeito nos pregos expostos.

Ontem o DIARINHO tentou contato com Darlan. Na fundação, disseram que ele tava em reunião com o prefeito Jandir Bellini. O bagrão não atendeu ao celular.

  •  

Deixe uma Resposta