• 22 jun 2009
  • Postado por Tiago

Mesquinha

Só pode ser mesmo uma diretoria incompetente e que não entende nada de futebol para tomar as atitudes que esta “diretoriazinha” está tomando, quando o assunto é referente aos profissionais de imprensa que cobrem o Clube Náutico Marcílio Dias. Primeiro, escolhem para quem devem dar entrevista. Depois, é só alguém criticar que imediatamente entra na lista negra e fica proibido de falar, tanto com os funcionários do clube, como também com os jogadores e comissão técnica. São mesmo uns caras de pau, pois fazem tudo errado, montam times medíocres, não pagam ninguém e ainda querem censurar a imprensa. Uma coisa é certa, estes dirigentes que aí estão, pelo que fizeram até aqui, pelo rebaixamento da equipe no Catarinense e pela possibilidade de um novo rebaixamento na série C, ficarão na historia do Marinheiro como os piores de todos os tempos. Uma cambada de incompetentes.

Divisão especial

Os representantes da nossa região na competição voltaram a campo neste fim de semana, tentando a reabilitação. O Camboriú conseguiu e derrotou o Joaçaba por 3 a 1, enquanto que o Navegantes, depois o vexame da estreia, onde não compareceu para jogar, foi derrotado em cassa pelo Porto por 2 a 1. Pouca coisa muda, pois enquanto o Camboriú continua firme em busca da classificação, o Navegantes vai a trancos e barrancos, tentando chegar a algum lugar.

Evidente

A falta de estrutura destas equipes que estão participando do campeonato da divisão especial é evidente. Assisti ontem ao jogo entre o Navegantes e o Porto e aconteceu de tudo. Imaginem como vai ser a divisão de acesso que vem por aí. Vai ser coisa de louco.

E tem mais

O jogo não era para ser de portões fechado? Era, mas não foi, pois tinham assistindo a partida, por baixo, uns 50 torcedores. Acho isto tudo uma bobagem. Se liberaram para ter o jogo, que liberem também para os torcedores, pois os problemas apontados pela comissão de vistoria eram técnicos e não de segurança.

Não gostei…

Da arbitragem do Josué Lamim, que apitou Navegantes e Porto. Arbitragem enrolada, sem critério na aplicação dos cartões, e o que é mais complicado, usou dois pesos e duas medidas, prejudicando o Navegantes. É um bom árbitro, apita muito mais do que apresentou, tem futuro, mas tem que rever alguns conceitos.

Recuperação

Três dos nossos representantes dentro do campeonato Brasileiro salvaram o fim de semana. O Avaí, num jogo complicado, venceu o Fluminense com um golaço do Léo Gago no final. O Figueirense jogou o suficiente para derrotar o Paraná e o Marcílio Dias foi a Criciúma e arrasou o Tigre, aplicando 4 a 1.

Goleada

A goleada aplicada pelo Clube Náutico Marcílio Dias em cima do Criciuma, por 4 a 1, faz surgir um fio de esperança quanto à permanência do Marinheiro na série C do Brasileiro. Um jogo tecnicamente fraco, onde quem errou menos venceu, com destaque para o empenho e a vontade dos jogadores marcilistas. Eles deixaram de lado todos os problemas que estão acontecendo e conseguiram uma grande vitória, deixando o Tigre numa situação complicada.

Só agora

A pergunta que não quer calar é a seguinte: Por que os jogadores do Clube Náutico Marcílio Dias não apresentaram diante de Caxias e Marilia o mesmo empenho do jogo diante do Criciúma? Uma coisa é certa, se tivessem jogado com a mesma vontade o Marinheiro dificilmente teria perdido os dois jogos, e do jeito que perdeu.

Vão cobrar

Palavras que ouvi de um jogador do Clube Náutico Marcílio Dias, após o jogo de Criciúma: “Fizemos a nossa parte e estamos esperando que agora a diretoria faça a dela, ou seja, paguem os nossos salários”. Acho que vamos ter uma semana tumultuada.

Triste sina

Num grupo com cinco participantes, os dois representantes de Santa Catarina, Marcílio Dias e Criciuma, vão lutar entre si para ver quem é o pior e ser rebaixado. E olhem que os outros também estão jogando uma bolinha bem murchinha.

  •  

Deixe uma Resposta