• Postado por Tiago

zelioprado@yahoo.com.br

Conversei…

com o diretor jurídico do Marcílio Dias, e fiquei sabendo que ele está em Foz do Iguaçu, onde participa do congresso de Direito Desportivo, que começou no dia 17 e vai até 19 deste mês. Entre os pesos-pesados que estão participando do evento, destaque para o procurador do STJD, Paulo Schimitt, e o Dr. Marcílio Krieger. Ele, que já é um dos grandes entendidos na área desportiva em nosso estado, vai voltar mais afiado ainda.

Repercussão

Como já era esperado, as declarações do Toninho Camarão, publicadas pelo nosso DIARINHO, mexeram com o torcedor marcilista. Recebi diversos e-mails e muitos telefonemas de apoio a tudo o que declarou o Toninho, e como sempre xingando os “incompetentes”. O torcedor sabe das coisas.

Arbitragem

Deixando de lado a arbitragem do José Acácio da Rocha, que pra mim influenciou no placar, marcando um pênalti inexistente a favor do Atlético de Ibirama, todos os outros se saíram bem, inclusive os dois novos. Mas o grande destaque foi o trio que atuou em Joinvile e Criciúma, Paulo Henrique Bezerra, Carlos Berckembrock e Maira Labes. Deram um banho!

Justificou

Recebi telefonema do presidente da federação Catarinense de Futebol, Delfim Pádua Peixoto Filho, informando que a FCF só é responsável pela vistoria no campo de jogo e vestiários. O restante é com a comissão de vistoria, totalmente independente da entidade. Tudo bem, então o que aconteceu em Joinville foi uma falha de comunicação entre a própria polícia, pois uma libera e outra veta. Disse também que todos os 10 estádios foram liberados com ressalvas, e que os clubes terão até o dia10 de fevereiro para cumprir o que foi solicitado. Então tá!

Análise

Na primeira rodada do campeonato Catarinense deu pra sentir que os grandes continuam grandes. Avaí, Figueirense e Joinvile são os favoritos. Já Criciúma e Chapecoense não são tão grandes como pensam, mas podem chegar. Atlético de Ibirama e Metropolitano dificilmente chegarão, mas ficarão longe do rebaixamento. Porém Imbituba, Brusque e Juventus, salvo alguma boa surpresa, lutarão contra o rebaixamento.

Gostei…

das declarações do presidente da câmara de Vereadores de Itajaí, Luiz Carlos Pissetti, no programa Esporte em Debate, da TV Brasil Esperança, na última segunda-feira. Quando indagado sobre o Marcílio, foi incisivo: “Ou o clube se organiza, ou nunca irá há lugar algum”. Falou também sobre as péssimas condições do estádio do Marinheiro. Segundo Pissetti, aquilo é um bem público, portanto a prefeitura tem o dever de zelar pelo patrimônio. Sobre os aluguéis das salas comerciais, afirmou que a administração municipal tem que interferir nas negociações, pois ela é a responsável. Ele entende que o Marcílio Dias só tem direito ao uso do estádio, mas nada impede que se faça um acordo com o poder público e o dinheiro seja repassado para o clube.

Cúmulo

Pissetti achou o cúmulo quando ficou sabendo que, além de não receber o dinheiro do aluguel, o Marcílio Dias está sendo acionado na justiça pelos condôminos do centro comercial, pelo não pagamento da taxa de condomínio dos inquilinos, e pela prefeitura de Itajaí, pelo não pagamento do IPTU. Além de não receber o aluguel, ainda tem que pagar. É o fim do mundo!

  •  

Deixe uma Resposta