• Postado por Tiago

Vergonha

É de fazer chorar qualquer dirigente que participa de uma competição de futebol profissional o que aconteceu no jogo entre Concórdia e Navegantes, logo na abertura do Campeonato da Divisão Especial. Pasmem, senhores leitores, que o jogo não se realizou porque o Navegantes só tinha seis jogadores e, mesmo assim, nenhum deles estava regularizado na Federação Catarinense de Futebol. Isto não é novidade, pois esta equipe há muitos campeonatos só atrapalha. Por onde passa é só rolo, culminando com este WO. Este clube, que não tem nem onde jogar, já era para ter sido expulso da competição pela Federação Catarinense de Futebol. Só espero que os responsáveis punam com rigor, para que não desmoralizem a Divisão Especial.

Palavras…

… do dirigente de uma equipe que está participando do Campeonato da Divisão Especial, após saber do vexame proporcionado pela equipe do Navegantes: “Está na hora da Federação Catarinense de Futebol parar de proteger o presidente do Navegantes, Egon da Rosa, pois sai ano, entra ano e a coisa é sempre a mesma. É só rolo. Nada disto precisava ter acontecido. Era só exigir que se cumprisse o regulamento. Ou seja, não tem estádio para mandar seus jogos, não aceite a inscrição”.

Só falta…

… o presidente do Navegantes sair catando jogadores durante a semana, inscrevê-los, e a Federação Catarinense de Futebol concordar que ele dispute a segunda rodada da competição. Seria o fim do mundo e uma falta de respeito para aquelas equipes que cumprem o regulamento.

Pensando bem…

…pelo que deu para sentir nos jogos da primeira rodada, o Campeonato da Divisão Especial tem tudo para deslanchar. Isto é, se não deixarem o Egon da Rosa e o Navegantes estragarem.

Mau começo

… do representante da nossa região, o Camboriú, na Divisão Especial. Foi ao sul do estado e perdeu para a forte equipe do Imbituba, por 3 a 1. Vai em busca da reabilitação, jogando em casa, no sábado, às 15 horas, contra o Joaçaba.

Figueirense

Apesar de estarmos ainda no inicio da competição, a cada rodada o Figueirense se complica. A campanha é ruim e esta nova derrota para o Atlético de Goiás deve ter deixado os dirigentes cabreiros. Ou reforçam, com contratações de nível, ou podem amargar um novo rebaixamento. O próximo jogo é em casa contra outro desesperado, o Paraná.

Curiosos

É assim que estão à maioria dos torcedores do Clube Náutico Marcílio Dias, com respeito ao parecer do conselho fiscal sobre as contas da atual administração que estão sendo analisadas. Acho que não irão encontrar nada demais, mas a transparência é sempre bem vinda.

Malucos

Com todos estes rolos que o Egon da Rosa vem realizando no Navegantes, tem uns malucos que ainda insistem que a sua volta ao Clube Náutico Marcílio Dias poderia ser a solução. Coisa de louco.

Novo vexame

Mais uma vez, como vem acontecendo desde que esta “diretoriazinha” assumiu, o time não jogou nada, apresentou um futebol medíocre e a derrota por 3 a 1, para o Marília, ficou até de bom tamanho, pois se o time paulista aperta, a goleada poderia ter sido ainda maior. A cada dia que passa a coisa complica ainda mais e o rebaixamento está cada vez mais perto. Gente, aquela previsão que fiz aqui, de que não venceríamos nenhum jogo, está perto de se confirmar. Agora já estou achando que vai ser difícil somar algum ponto. Aí seria demais.

Seleção

Começa hoje, às 11 horas, a campanha em busca do tricampeonato da Copa das Confederações. O adversário é o Egito que, dentro da normalidade, tem que ser encarado apenas como um treino para enfrentar adversário mais forte.

  •  

Deixe uma Resposta